Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.247,43
    -1.821,12 (-1,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.088,17
    +362,21 (+0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,55
    -0,46 (-0,64%)
     
  • OURO

    1.800,20
    +2,20 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    17.206,89
    +379,93 (+2,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,55
    +10,86 (+2,75%)
     
  • S&P500

    3.955,07
    +21,15 (+0,54%)
     
  • DOW JONES

    33.687,47
    +89,55 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.472,17
    -17,02 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.649,00
    +139,50 (+1,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5073
    +0,0409 (+0,75%)
     

Meirelles descarta Lula e segue com a Binance

Henrique Meirelles
Henrique Meirelles

O ex-presidente do Banco Central do Brasil, Henrique Meirelles, disse que descarta uma volta ao governo mesmo se Lula for eleito presidente do Brasil nas eleições de 2022, e que segue firme com sua missão na Binance.

A Binance é a maior corretora de criptomoedas em volume mundial e, apesar de ser considerada estrangeira no Brasil, é a que detém maior número de operações pelos brasileiros.

Meirelles se uniu a empresa há pouco tempo com a missão de ajudar o negócio a obter uma maior regulação com os órgãos reguladores locais, visto que o mercado de criptomoedas ainda não é regulado no Brasil.

Meirelles descarta volta ao governo caso Lula seja eleito e segue fiel com Binance

Em uma entrevista para o Valor Econômico, divulgada nesta segunda-feira (26), Henrique Meirelles se diz comprometido com a Binance e descarta qualquer volta ao governo, mesmo se Lula for eleito.

Recentemente, ele participou de um evento público em apoio ao ex-presidente e atual candidato ao cargo para as eleições de 2022, o que suscitou rumores entre investidores.

Contudo, a Binance apresentou seu Conselho Global e confirma Meirelles em seus planos. O ex-presidente do Bacen e ex-Ministro da Fazenda disse ao Valor que segue firme com essa missão, visto que trabalhar na iniciativa privada e pública em simultâneo é impossível.

De acordo com Meirelles, “o Estado demanda absoluta concentração e foco total, evitando conflito de interesses”. Ele ainda elogiou que o Banco Central do Brasil, com Roberto Campos Neto esteja criando uma CBDC, algo positivo.

Meirelles criticou as CBDCs, dizendo que elas nasceram para substituir as criptomoedas, dizendo que como um liberal que é, não acredita que o Estado deva criar medidas para controlar o mercado ou coibir suas iniciativas.

Sobre o projeto de lei das criptomoedas, ele ainda não teve tempo para analisar o material, pois, após apoiar publicamente Lula teve dias agitados.

Mesmo assim, Henrique Meirelles acredita que parte de sua missão é clarear o entendimento de que o Bitcoin é uma moeda e meio de pagamento, não apenas um investimento.

Sobre a Binance, Meirelles disse que a plataforma está comprometida com adoção de práticas de compliance, estruturando seu negócio para isso.

Apoio a Lula é apenas um sonho do mercado financeiro

Para Lauro Jardim, do O Globo, mesmo com a presença de Henrique Meirelles em um evento recente para apoiar Lula, eles ainda não conversaram sozinhos sobre nenhum plano futuro de governo.

Ou seja, embora sua presença tenha sido considerada pela Faria Lima, pode não passar de um sonho do mercado financeiro sua presença em um eventual governo Lula.

Há uma semana das eleições, o Brasil aguarda para conhecer a realidade do futuro Congresso Nacional, governadores e presidentes, que podem mudar a relação do governo com as criptomoedas, prestes a terem um Projeto de Lei aprovado pelo legislativo.

Fonte: Livecoins