Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.792,30
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    37.774,30
    +958,72 (+2,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

MEI: quais bancos emprestam para microcrédito e quanto é o valor?

·1 min de leitura

Sabemos que empreender não é fácil, pois uma série de desafios financeiros, burocráticos e emocionais se apresentam todos os dias, principalmente aos microempreendedores individuais (MEIs). Por isso é válido aproveitar o microcrédito, uma linha de empréstimo com juros baixos e melhores condições de pagamento.

Além disso, o microcrédito tem menos níveis de exigências para sua aprovação. Mas seus empréstimos tendem a valores menores que os concedidos a empresas maiores, indo de R$ 100 a até R$ 20 mil.

Algumas instituições que oferecem esse serviço para MEI são o BNDES e os grandes bancos como Santander, Banco do Brasil, Itaú e Caixa Econômica Federal. Geralmente ele solicitam algumas exigências ao empreendedor, como ter conta no banco por pelo menos três meses. Os valores concedidos também variam de acordo com o negócio; investimentos com infraestrutura tendem a obter quantias maiores.

Bancos costumam oferecer valores menores nos primeiros empréstimos para MEIs (Imagem: Envato/wutzkoh)
Bancos costumam oferecer valores menores nos primeiros empréstimos para MEIs (Imagem: Envato/wutzkoh)

Os bancos costumam oferecer valores menores nos primeiros empréstimos, mas a boa notícia é que nos próximos a quantia pode aumentar de acordo com a confiança na empresa. Além disso, ONGs e organizações independentes como a Gerando Falcões e a Kiva trabalham com microcrédito.

Existem formas alternativas de investir no negócio, como o BNDES MEI, um cartão de crédito para uso exclusivo de microempreendedores individuais. Seu limite pode chegar a até R$ 2 milhões, a depender de algumas condições especiais e do comportamento do cliente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos