Mercado fechará em 46 mins

Meghan Markle retorna a Hollywood e é ridicularizada por "farra de peidos"

Laísa Trojaike

Antes mesmo de largar a realeza, Meghan Markle, que continua levando o título de Duquesa de Sussex, voltou à ativa ao ser escolhida como narradora de Elephant, o novo documentário da Disney dirigido por Mark Linfield e Vanessa Berlowitz.

Elephant acompanha uma aliá africana chamada Shani e seu filho Joao em uma jornada épica pelo deserto de Kalahari. Mas o que deveria ser apenas mais um documentário família, fofo e incrível acabou se tornando alvo de críticas e de certa ridicularização.

Imagem: Disney

O Vulture chegou a dizer que Markle havia voltado a atuar narrando “peidos de elefantes” e citou algumas linhas da atriz durante a narração: “É hora de um banquete de elefantes!”, “A lama tem um lado sombrio”, “Isso é um crocodilo! Provavelmente é melhor ficar com o rebanho”, “A morte de uma matriarca é um evento importante em sua jovem vida”, “Um pouco de proteína extra nunca faz mal a ninguém” e “Ela está com as mãos cheias tentando criar o filho de um ano. E esse garoto é um punhado”, mas aparentemente o auge da narração é quando Markle precisa narrar um momento em que um bebê elefante entra em uma "farra de peidos" enquanto brinca na lama, quando a atriz solta expressões como "Oh, céus!" e "Ah, quem fez isso?"

Alguns críticos estadunidenses e ingleses já escreveram sobre o documentário e comentaram negativamente a narração de Markle. O Empire disse que a atriz estava “ansiosa demais para agradar”, enquanto o The Express afirmou que “Meghan aparece muito calorosa, com a maioria de suas falas radiantes demais para os elefantes que estamos assistindo".

Os mais incisivos foram o The Times, ao dizer que “Meghan Markle trocou pompa e circunstância por extravagância”, acrescentando ainda que “seu desempenho parece meloso e exagerado”; e o The Guardian, que ironizou o trabalho da atriz ao afirmar que “Meghan leva a narração da Disney como um pato antropomórfico na água.”

Imagem: Disney

Elephant estreia exclusivamente no serviço de streaming Disney+ no dia 3 de abril de 2020.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: