Mercado fechará em 6 h 57 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,81
    +1,05 (+1,25%)
     
  • OURO

    1.802,60
    +6,30 (+0,35%)
     
  • BTC-USD

    62.766,93
    +2.365,54 (+3,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.232,67
    +28,12 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.388,00
    +47,00 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5464
    -0,0344 (-0,52%)
     

Medo de crise chinesa faz Ibovespa ter 5ª queda e atingir mínima desde novembro

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O temor de que um calote de uma grande incorporadora da China enfraqueça mais a economia global provocou nova derrocada das bolsas globais nesta segunda-feira, com o principal índice da bolsa brasileira caindo ao pior nível em quase 10 meses.

Pressionado sobretudo por ações de empresas de commodities e de bancos, o Ibovespa teve baixa de 2,33%, aos 108.842,94 pontos. O giro financeiro da sessão somou 32,5 bilhões de reais.

Ações de empresas de commodities, como Vale e Petrobras foram alguns dos principais destaques negativos. Além disso, papéis de bancos também caíram forte, refletindo temor de que novas altas da Selic esfriem o mercado de crédito no país.

(Por Aluísio Alves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos