Mercado abrirá em 9 h 37 min
  • BOVESPA

    121.241,63
    +892,84 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.458,02
    +565,74 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,29
    -0,07 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.838,90
    +9,00 (+0,49%)
     
  • BTC-USD

    36.902,12
    -37,48 (-0,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    722,71
    -12,43 (-1,69%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.720,65
    -15,06 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    29.381,59
    +518,82 (+1,80%)
     
  • NIKKEI

    28.593,94
    +351,73 (+1,25%)
     
  • NASDAQ

    12.884,50
    +82,25 (+0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4019
    +0,0066 (+0,10%)
     

Médico paga R$ 500 mil em 'lâmpada do Aladdin' após ser enganado por gênio falso

·1 minuto de leitura
Golpistas vendem "lâmpada do Aladdin" para médico na Índia - Foto: Uttar Pradesh Police
Golpistas vendem "lâmpada do Aladdin" para médico na Índia - Foto: Uttar Pradesh Police

Um médico indiano pagou mais de 72 mil libras (cerca de R$ 500 mil) por uma “Lâmpada do Aladdin” depois de ser enganado por golpistas que prometeram que o objeto traria ao comprador riqueza e boa sorte.

De acordo com o jornal britânico Mirror, o doutor Leeak Khan afirmou à polícia local de Uttar Pradesh, no norte da Índia, que os golpistas o iludiram ao forjarem o aparecimento de um gênio do objeto, sem dar muito detalhes sobre como isso teria acontecido.

Leia também

Impressionado, o médico pagou o alto valor pelo objeto mas quando chegou em casa não conseguiu visualizar o suposto gênio novamente.

Ainda à polícia, o homem enganado contou que os golpistas o convenceram a conhecer um padre que parecia “participar de rituais”. Depois de muita conversa, Khan aceitou comprar o objeto acreditando que a lâmpada traria saúde, riqueza e boa sorte.

Amit Rai, um policial local, ainda afirmou que a fortuna desembolada pelo médico foi "barganhada". Os golpistas pediriam inicialmente um valor ainda superior ao R$ 500 mil.

Não foi apenas Khan que foi ludibriado. Segundo a polícia, os golpistas enganaram outras famílias no estado usando exatamente o mesmo convencimento.

Depois da denúncia do médico, a polícia prendeu dois homens que seguem detidos aguardado julgamento. Segundo Rai, a esposa de um dos presos já foi acusada de fraude em outro caso e atualmente está foragida.