Mercado fechará em 1 h 55 min

MediaTek reforça compromisso com 6G e tecnologia 5G via satélite

A MediaTek realizou nesta quarta-feira (30) evento no Brasil para discutir a jornada da empresa no último ano. Além de destacar os avanços da marca em mercados como o de redes móveis e sem fio, a gigante indicou alguns dos segmentos em que pretende aumentar investimentos no próximo ano, incluindo novidades de peso como o estabelecimento do 5G via satélite.

A apresentação deu destaque a três avanços da marca em 2022, começando pelo crescimento vertiginoso no período de 2019 a 2022. Segundo a MediaTek, além dos fortes investimentos no segmento premium de smartphones com a família Dimensity, o fortalecimento da companhia foi resultado da grande demanda gerada pela pandemia através da digitalização das empresas e do crescimento da venda de celulares.

O segundo ponto foi o estabelecimento da liderança da gigante em conexões sem fio, tanto com soluções 5G avançadas para smartphones e notebooks, como pelo lançamento do primeiro chipset com suporte a redes Wi-Fi 7 — o Dimensity 9200. A plataforma foi seguida de perto pelo rival Snapdragon 8 Gen 2, mas foi revelada primeiro e promete velocidades mais altas, de 6,5 Gbps, contra 5,8 Gbps.

Um dos principais lançamentos da MediaTek em 2022, o Dimensity 9200 não apenas é mais um passo da empresa no segmento de smartphones premium, como marcou a força da marca na popularização de soluções Wi-Fi 7 (Imagem: MediaTek/YouTube)
Um dos principais lançamentos da MediaTek em 2022, o Dimensity 9200 não apenas é mais um passo da empresa no segmento de smartphones premium, como marcou a força da marca na popularização de soluções Wi-Fi 7 (Imagem: MediaTek/YouTube)

Fecham os destaques os investimentos na tecnologia de banda larga fixa via 5G, conhecida como Fixed Wireless Access (FWA). Trabalhando com operadoras como Telefónica (que também opera no Brasil através da Vivo), T-Mobile e Verizon, modems similares aos de Wi-Fi são oferecidos em planos especiais para regiões sem acesso à fibra óptica e outros tipos de banda larga fixa, convertendo o sinal 5G em Wi-Fi.

Nesse ponto específico, a MediaTek destacou como, no momento, a FWA tem sido oferecida apenas em países onde a rede móvel de 5ª geração está melhor instalada, como os EUA. Dito isso, há planos de expandir a tecnologia para outros países, como o Brasil. A marca trouxe então alguma das metas que estabeleceu para 2023 e além, ainda que tenha reforçado que não concluiu seus planos para o próximo ano no momento.

O desenvolvimento de soluções para dispositivos 5G FWA (banda larga fixa sem fio) foi um dos destaques da MediaTek em 2022 (Imagem: Renan da Silva Dores/Canaltech)
O desenvolvimento de soluções para dispositivos 5G FWA (banda larga fixa sem fio) foi um dos destaques da MediaTek em 2022 (Imagem: Renan da Silva Dores/Canaltech)

Além da já estar trabalhando no 6G, lançando white papers — estudos técnicos detalhados sobre determinados temas — a respeito da rede de 6ª geração, a MediaTek planeja fortalecer a presença do Wi-Fi 7 e reduzir o consumo em dispositivos que suportem a conexão, inclusive trabalhando com concorrentes e a Wi-Fi Alliance para ampliar a base de usuários, algo que já havia sido discutido no Tech Summit global realizado pela empresa no início do mês.

Também haverá foco no uso do chamado 5G NTN (Non-Terrestrial Network, ou Rede Não Terrestre em tradução livre), parte do pacote de adições Release 17 lançado recentemente pela 3GPP, órgão que regula os padrões de telecomunicações mundialmente. O NTN tem funcionamento similar à comunicação via satélite presente no iPhone, mas promete ser muito mais robusto ao permitir troca de mensagens com qualquer usuário conectado ao 5G tradicional.

O 5G via satélite, também conhecido como NTN, é um dos focos da MediaTek para os próximos anos (Imagem: Divulgação/MediaTek)
O 5G via satélite, também conhecido como NTN, é um dos focos da MediaTek para os próximos anos (Imagem: Divulgação/MediaTek)

De fato, a Bullitt, conhecida por fabricar smartphones de alta resistência para empresas como a CAT e até mesmo Motorola, anunciou nesta terça-feira (29) uma parceria com a MediaTek para lançar no primeiro trimestre de 2023 os primeiros celulares compatíveis com a rede 5G NTN. Poucos detalhes foram revelados, mas as novidades prometem conexão automática aos satélites em menos de 10 segundos, quando redes móveis e Wi-Fi não estiverem disponíveis.

A gigante também revelou estar confiante de que Inteligência Artificial é parte do futuro, tanto para smartphones quanto outros dispositivos, como TVs, que já utilizam algoritmos avançados para aplicação de HDR automático e upscaling de imagens. Complementando esse aspecto está o que a empresa chama de computação heterogênea, incluindo não apenas o uso de diferentes núcleos em um processador, como ainda o fortalecimento da Internet das Coisas (IoT).

5G NTN, 6G, Wi-Fi 7 e Inteligência Artificial serão algumas das metas da MediaTek para 2023 e além (Imagem: Renan da Silva Dores/Canaltech)
5G NTN, 6G, Wi-Fi 7 e Inteligência Artificial serão algumas das metas da MediaTek para 2023 e além (Imagem: Renan da Silva Dores/Canaltech)

Concluindo a lista de metas, a MediaTek se comprometeu em aprimorar soluções multimídia, já trabalhando com marcas como Sonos e Amazon, e no fortalecimento de soluções SoC (System-on-Chip), com chips customizados como os que equipam o PlayStation VR2 da Sony.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: