Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.034,17
    +105,28 (+0,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

MediaTek Kompanio 520 e 528 prometem turbinar Chromebooks de entrada

Durante o Executive Summit realizado nesta quinta-feira (10), a MediaTek anunciou os chipsets Kompanio 520 e 528 dedicados a Chromebooks mais básicos. Apesar do foco no custo-benefício, ambas as novidades prometem avanços significativos frente ao antecessor, incluindo melhorias de até 80% de performance por núcleo mantendo o mesmo nível de consumo. A gigante também aproveitou a ocasião para revelar o futuro desse segmento, incluindo uma eventual expansão no Brasil, e revelou um novo modem 5G para notebooks.

Integrantes da série de entrada da família, voltada para Chromebooks mais baratos, os novos Kompanio 520 e 528 compartilham de boa parte da ficha técnica. Ambos são embarcados com CPU octa-core em configuração 2 + 6, composta de 2 Cortex-A76 de alto desempenho (contra os Cortex-A73 do antigo Kompanio 500) e 6 Cortex-A55 de alta eficiência (contra os Cortex-A53 do 500). As diferenças ficam por conta do clock da dupla de núcleos mais potentes, que chega a até 2,2 GHz no 528, e a até 2,0 GHz no 520.

Os chips estreantes são acompanhados da GPU Mali-G52 MC2 2EE, com 2 núcleos, suportam RAM LPDDR4X trabalhando a 3.733 MT/s, armazenamento eMMC 5.1 e compatibilidade com telas de resolução até Full HD+, de 2560 x 1600 pixels, e monitores externos com resolução de 1920 x 1080 pixels a 60 Hz. Outros dois pontos que receberam atenção da marca incluem o áudio e o suporte a redes Wi-Fi 6.

Trocando os núcleos Cortex-A73 do Kompanio 500 pelos mais modernos A76, a MediaTek promete ganhos de até 80% em tarefas single-core com os novos Kompanio 520 e 528 (Imagem: MediaTek)
Trocando os núcleos Cortex-A73 do Kompanio 500 pelos mais modernos A76, a MediaTek promete ganhos de até 80% em tarefas single-core com os novos Kompanio 520 e 528 (Imagem: MediaTek)

Os avanços frente ao Kompanio 500 são significativos: segundo a MediaTek, os novos Kompanio 520 e 528 oferecem até 80% mais desempenho em tarefas single-core, até 15% melhor performance em multi-core, e 20% mais velocidade em processamento gráfico com a nova GPU. Somam-se a isso as mudanças de tecnologia, como as soluções mais avançadas de conectividade e o suporte a telas de maior resolução.

A gigante chegou a comparar os lançamentos com Chromebooks equipados com Intel Celeron N4500, um dos processadores mais populares para a categoria, e afirmou que as soluções estreantes proporcionariam até 2 vezes mais autonomia de bateria em cenários como videochamadas via Google Meet — em que os novos Kompanio teriam impressionado ao proporcionar cerca de 10 horas de duração —, e desempenho até 72% superior em games.

Comparados ao Intel Celeron N4500, um de seus concorrentes diretos, os novos MediaTek Kompanio 520 e 528 seriam até 72% mais velozes, com autonomia 2 vezes maior (Imagem: MediaTek)
Comparados ao Intel Celeron N4500, um de seus concorrentes diretos, os novos MediaTek Kompanio 520 e 528 seriam até 72% mais velozes, com autonomia 2 vezes maior (Imagem: MediaTek)

Além das próprias tecnologias embarcadas, um dos principais motivos para vermos essa vantagem, segundo a MediaTek, seria a arquitetura: enquanto o N4500 adota a x86, os Kompanio utilizam a ARM. Como boa parte dos apps e, especialmente, games presentes no ChromeOS são os mesmos de smartphones Android, esses programas estão justamente mais otimizados para ARM, presente em todos os celulares modernos.

Apesar de não citar datas específicas de lançamento, a MediaTek confirmou que ASUS e Lenovo serão as duas primeiras fabricantes a adotar o Kompanio 520 e 528. Os novos Chromebooks munidos das novidades, que devem atender tanto o mercado educacional quanto de usuários em geral, serão oficializados durante a CES 2023, marcada para janeiro.

Futuro dos Chromebooks e expansão no Brasil

Ainda durante a apresentação, a companhia destacou como já possui uma linha completa de chipsets para Chromebook, mercado em que seria a fornecedora número um de processadores. Enquanto os Kompanio 500 atendem a dispositivos de entrada, os Kompanio 800 equipam modelos intermediários, e os Kompanio 1000 fornecem os melhores recursos para os Chromebooks premium. Com isso em mente, a MediaTek pretende seguir em plena expansão no segmento, contando com um roadmap completo para os próximos anos.

Mesmo que não tenha exibido futuros projetos em detalhes, a marca destacou alguns pontos que devem receber maior atenção: a estreia de Chromebooks destacáveis, similares ao IdeaPad Chromebook Duet da Lenovo; a implementação de otimizações específicas para o streaming de games; a estreia de novos recursos de IA; aumento da performance e da eficiência dos componentes, entre outros.

Desempenho, eficiência e novos recursos de IA serão alguns dos focos da MediaTek para futuras soluções destinadas a Chromebooks (Imagem: MediaTek)
Desempenho, eficiência e novos recursos de IA serão alguns dos focos da MediaTek para futuras soluções destinadas a Chromebooks (Imagem: MediaTek)

A MediaTek revelou ainda estar ciente de que os Chromebooks andam muito restritos aos EUA, e diz estar trabalhando com o Google e as fabricantes para atender a um número maior de regiões, chegando a citar especificamente o Brasil. Questionado pelo Canaltech sobre quais iniciativas estavam sendo realizadas para que essa expansão ocorra no Brasil, o vice-presidente e gerente-geral da divisão de computadores para consumidores, Adam King, foi vago.

O executivo afirmou que, ao menos inicialmente, o foco deve ser o mercado educativo — onde Chromebooks costumam ter mais tração pela autonomia, usabilidade simples e inúmeros recursos voltados para alunos e professores —, e fez questão de destacar que todos os movimentos nessas regiões, que incluem países como o Brasil, Indonésia e Índia, devem ser realizados em decisões conjuntas entre a MediaTek, o Google e as fabricantes. Detalhes mais completos das iniciativas não foram dados.

Modem T800 oferece 5G mmWave a notebooks

Outra novidade anunciada no evento, destinada principalmente ao mercado de notebooks como um todo, foi o modem 5G T800. Fabricado no processo N4P de 4 nm da TSMCmesmo presente no Dimensity 9200, por exemplo — a solução é a primeira da empresa para a categoria a contar com suporte ao 5G mmWave, junto ao Sub-6 GHz. Além da grande eficiência energética proporcionada pela litografia avançada, a empresa promete elevadas taxas de download, de até 7,9 Gbps, e upload de até 4,2 Gbps.

Destinado a notebooks em geral, o novo modem 5G MediaTek T800 promete taxas de download de até 7,9 Gbps e suporte aos recursos do Release 16 da 3GPP (Imagem: MediaTek)
Destinado a notebooks em geral, o novo modem 5G MediaTek T800 promete taxas de download de até 7,9 Gbps e suporte aos recursos do Release 16 da 3GPP (Imagem: MediaTek)

Também estão entre os destaques o suporte a Dual SIM 5G, solução praticamente inexistente entre os laptops no momento, e compatibilidade com os requerimentos do Release 16 da 3GPP, como a possibilidade de estabelecer múltiplas conexões simultâneas para acelerar a velocidade e utilizar faixas não licenciadas do espectro do 5G.

Discutindo os lançamentos, ao ser perguntado sobre se veríamos um Chromebook 5G eventualmente chegar ao mercado, Adam King revelou que ainda não há demanda suficiente para esse tipo de produto. Dito isso, o vice-presidente deixou claro que, caso surja a possibilidade, a MediaTek está preparada para equipar esses dispositivos.

MediaTek confirma próximo Executive Summit

Principal evento anual da MediaTek, o Executive Summit 2023 foi confirmado para acontecer entre os dias 15 e 19 de novembro do ano que vem (Imagem: MediaTek)
Principal evento anual da MediaTek, o Executive Summit 2023 foi confirmado para acontecer entre os dias 15 e 19 de novembro do ano que vem (Imagem: MediaTek)

Ao final das apresentações, a MediaTek confirmou as datas para seu próximo Executive Summit — a edição 2023 do evento que reúne as principais novidades da gigante ocorrerá entre os dias 15 e 19 de novembro do ano que vem. Assim como em 2022, espera-se que a companhia apresente lançamentos para todos os segmentos em que atua, incluindo algumas surpresas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: