Mercado abrirá em 3 h 37 min

MediaTek estaria sem estoque de 4G por dar prioridade aos seus chips 5G

Diego Sousa

A MediaTek é uma das principais responsáveis pela democratização do 5G com seus chips da linha Dimensity. No entanto, pelo menos até o final deste ano, smartphones com suporte a redes 4G ainda serão maioria no mercado e novas informações vindas da imprensa chinesa afirmam que a fabricante taiwanesa não teria suprimentos suficientes para suprir a demanda das parceiras.

Segundo relatório do site chinês Money.udn, a falta de equipamentos para a produção de chips 4G se deu pela recente retomada da demanda por peças para celular, uma vez que muitos países já começaram a afrouxar as restrições causadas pela pandemia do novo coronavírus.

Atenta-se também o fato de que MediaTek teria destinado grande parte da sua produção no desenvolvimento de chips 5G da linha Dimensity, que estaria recebendo aumentos significativos de pedidos. Recentemente, surgiram rumores de que a Huawei teria aumentado seus pedidos de processadores, após o endurecimento das sanções econômicas dos Estados Unidos.

Além disso, informações da indústria têm relatado algumas fabricantes bastante interessantes nas soluções 5G da MediaTek como alternativa à Qualcomm, caso da Xiaomi, que estaria desenvolvendo novos celulares com a ajuda da fabricante, e da Nokia, que revelou interesse em popularizar a tecnologia em modelos mais acessíveis.

Chip intermediário tem suporte para telas de 90 Hz e reprodução em 4K (Foto: Divulgação/MediaTek)

Vale lembrar que a taiwanesa é atualmente quem equipa a maioria dos dispositivos 5G baratinhos no mercado. Nesta semana, a empresa lançou o Dimensity 720, que deve diminuir ainda mais o custo de um aparelho com a nova tecnologia.

A expectativa da indústria é de que a MediaTek reabasteça seu estoque de chips 4G somente em 2021. Até a data de publicação desta matéria, a fabricante taiwanesa não comentou a suposta paralisação da produção das peças.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: