Mercado abrirá em 5 h 38 min
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,64
    +0,44 (+0,56%)
     
  • OURO

    1.752,10
    +3,70 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.860,79
    +392,73 (+2,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,69
    +11,97 (+3,08%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.512,00
    +37,98 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    18.197,64
    -7,04 (-0,04%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.535,50
    +10,75 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4679
    +0,0113 (+0,21%)
     

MediaTek Dimensity 9200 tem suposta ficha técnica completa vazada

Faltando apenas algumas horas para ser anunciado oficialmente, o MediaTek Dimensity 9200, nome temporário pelo qual é conhecido o próximo chipset premium da gigante, teve as principais especificações técnicas vazadas pelo leaker Digital Chat Station. O componente não deve trazer grandes surpresas, adotando uma configuração similar ao do antecessor, mas embarcando núcleos e GPU atualizados — os mesmos que haviam sido encontrados em vazamentos recentes.

Na publicação feita na Weibo, o informante, que teria coletado os dados a partir de apps que detectam especificações (como o AIDA64), indica que o Dimensity 9200 deve manter a fabricação na litografia de 4 nm da TSMC, empregando a configuração já bastante tradicional de 1 + 3 + 4 núcleos, sendo 1 Cortex-X3 de máxima performance operando a até 3,05 GHz, 3 Cortex-A715 de alto desempenho trabalhando a até 2,85 GHz e 4 Cortex-A510 de alta eficiência rodando a até 2,0 GHz.

A GPU seria a robusta Immortalis G715 MC11 (possivelmente equipada com 11 núcleos) da ARM, cujo principal destaque seria o suporte por hardware ao Ray Tracing, a técnica que replica o comportamento da luz com alta precisão em games. Ainda na postagem, Digital Chat Station também cita o concorrente direto do chip da MediaTek, o Snapdragon 8 Gen 2, e volta a sugerir que o componente da Qualcomm terá uma configuração diferenciada.

Segundo Digital Chat Station, o MediaTek Dimensity 9200 deve ser fabricado em 4 nm, contar com 1 + 3 + 4 núcleos e trazer GPU Immortalis G715 MC11 (Imagem: Digital Chat Station/Weibo)
Segundo Digital Chat Station, o MediaTek Dimensity 9200 deve ser fabricado em 4 nm, contar com 1 + 3 + 4 núcleos e trazer GPU Immortalis G715 MC11 (Imagem: Digital Chat Station/Weibo)

Segundo as informações, a plataforma empregaria uma configuração de 1 + 2 + 2 + 3 núcleos, sendo 1 Cortex-X3 rodando a até 3,19 GHz, 2 Cortex-A715 a até 2,8 GHz, 2 Cortex-A710 (os núcleos de alto desempenho da geração anterior) também operando a até 2,8 GHz e 3 Cortex-A510 trabalhando a até 2,0 GHz. A GPU seria a nova Adreno 740, cujo poder de processamento e recursos ainda são desconhecidos.

Com esse conjunto, a Qualcomm pretende garantir que assumirá a liderança de performance entre os smartphones Android, posto que quase perdeu com o Dimensity 9000 e 9000 Plus neste ano. É importante destacar que o Snapdragon 8 Gen 2 já foi visto em testes do Geekbench equipado no que pode ser a família Galaxy S23 da Samsung, onde exibiu configurações diferentes de CPU, ainda que os tipos de núcleo e a GPU sejam as mesmas. Seja como for, a situação será esclarecida já na próxima semana, quando a solução será anunciada.

Dimensity 9200 estreia nesta terça (8)

Em teaser divulgado na semana passada, a MediaTek confirmou que apresentará seu próximo chipset premium na madrugada desta terça-feira (8), às 3h30 no horário de Brasília. Sem confirmar o nome oficial, a empresa indicou que o lançamento terá grande foco no aumento de performance, em aprimorar a eficiência energética e em oferecer o que a marca afirmou ser "a melhor experiência para games e consumo de mídia".

Até o momento da confirmação, o suposto Dimensity 9200 foi encontrado em múltiplos benchmarks, contando exatamente com as configurações apontadas hoje por Digital Chat Station. O conjunto é bastante promissor: no AnTuTu, que avalia a performance geral, o processador chegou a 1,26 milhão de pontos, a maior já registrada pelo teste e 26% melhor que a atingida pelo Dimensity 9000.

Já no GFXBench, focado na GPU, a Immortalis G715 MC11 marca 328 FPS no teste Manhattan ES 3.0 em 1080P, e 228 FPS no Manhattan ES 3.1, também em 1080P. Em ambos os casos, o novo Dimensity conseguiu superar com folga até mesmo o A16 Bionic da Apple, presente no iPhone 14 Pro e tido como o chip mais potente para smartphones no momento, com margens de vantagem que chegam a 35%.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: