Mercado fechará em 6 h 58 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,20
    -0,10 (-0,14%)
     
  • OURO

    1.745,30
    -4,50 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    41.204,04
    -2.371,00 (-5,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.020,41
    -88,51 (-7,98%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.050,16
    -28,19 (-0,40%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.188,00
    -115,50 (-0,75%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2563
    +0,0313 (+0,50%)
     

MEC organiza webinário para discutir importância da Educação Física para jovens

·1 minuto de leitura

Na véspera da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Península realizaram um webinário (seminário por videoconferência) para discutir a importância da atividade física na formação de cidadãos e atletas. A ideia da iniciativa também era a de apresentar e debater os valores das olimpíadas, como respeito e igualdade, bem como sua relevância para a sociedade.

Uma das convidadas para o debate foi a ex-ginasta e atual secretária nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, Luísa Parente, que esteve nos Jogos de Seul, em 1988, e de Barcelona, em 1992, e deu seu relato sobre a emoção de participar da cerimônia de abertura do evento.

– É incrível. Nem sempre é possível para o atleta de alguma modalidade participar das cerimônias de abertura e de encerramento em função da concentração que ele tem que ter para o jogo no dia seguinte – disse Parente.

Também esteve no evento o professor de Educação Física Gabriel Schiller, que tem um projeto de apresentar o conteúdo das aulas de maneira interdisciplinar aos seus alunos.

– É um ano especial para o esporte. Isso (as olimpíadas) acontece de quatro em quatro anos. É muito importante que a educação física consiga aproximar também outras disciplinas – afirmou o professor.

A ideia central do evento foi debater e apresentar novas estratégias para ajudar professores de Educação Física a trabalharem esportes e valores olímpicos durante as aulas.

– Vamos oferecer aos professores alternativas que vão desde formas de popularizar o acesso a esportes pouco conhecidos até histórias inspiradoras de grandes atletas – disse Renato de Oliveira Brito, Diretor de Formação Docente e Valorização dos Profissionais da Educação do MEC.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos