Mercado abrirá em 7 h 27 min

McLaren não terá SUVs, mas fará híbridos por não ter escolha, diz CEO da marca

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
·2 minuto de leitura
Mike Flewitt CEO McLaren Automotive with 765LT
Mike Flewitt CEO McLaren Automotive with 765LT

Executivo diz que não irá se arriscar em um segmento que não tem nada a ver com a história da fabricante

Mike Flewitt, CEO da McLaren, já tem uma ideia bem clara de como será o futuro da marca britânica de esportivos. E essa estratégia tem um ponto imutável (ao menos por enquanto): nada de crossovers. O executivo deixou bem claro em uma entrevista que não seguirá o caminho que Aston Martin, Ferrari, Lamborghini e tantas outras concorrentes tomaram. Por outro lado, os híbridos serão cada vez mais comuns na linha da empresa.

"Nós nos mantivemos fieis ao conceito de fazer supercarros. Eu ouço alguns mercados perguntando: 'Vocês farão um SUV?' ou' Vocês farão um carro elétrico?' e a resposta é não, não faremos", disse Flewitt em entrevista à Car Magazine. "A resposta é inteiramente racional. É muito cedo para expandir a marca para outras áreas e tentar dar credibilidade da marca para um produto que claramente não tem nada a ver com nossa história."

Este é o tipo de resposta clara que normalmente não escutamos das fabricantes. Os executivos da McLaren tem sido contra fazer um crossover há um tempo. Por exemplo, Dan Parry-Williams, chefe de engenharia de design, disse em 2018 que "SUV (Sport Utility Vehicles) não são esportivos e nem utilitários." Jolyon Nash, responsável por marketning e vendas da empresa, ainda declarou que um crossover iria "comprometer a marca" e indicou que a fabricante não iria fazer um carro desses, a não ser que os demais modelos não estivessem dando lucro.

Mais notícias da McLaren:

Por outro lado, os híbridos farão parte do futuro da McLaren por não ter outra escolha. "Sou honesto o suficiente para dizer que só iremos eletrificar os carros para atender à legislação ambiental", disse Flewitt na mesma entrevista. "Depois de 2022 ou 2023, não consigo nos ver lançando qualquer carro não-híbrido."

O plano de eletrificação seguirá em frente com o McLaren Artura, confirmado pela marca para estrear no 1º semestre de 2021, usando a nova plataforma MCLA de fibra de carbono. Utilizará um motor V6 biturbo, mas não há informações sobre a parte elétrica. Além do Artura,a inda veremos um sucessor do P1 em 2025.


Source: WheelsCar