Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.297,82
    -11,40 (-0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

McDonald's reabre na Ucrânia, mas apenas para entrega

A rede de fast-food McDonald's reabriu três lojas em Kiev, parcialmente, nesta terça-feira (20), após mais de seis meses de fechamento pela invasão russa da Ucrânia e depois que a gigante americana deixou a Rússia.

"Depois de negociações com líderes ucranianos, especialistas em segurança e fornecedores", o grupo informou que, por enquanto, está abrindo seu serviço apenas para "delivery".

Na manhã de terça-feira, vários entregadores esperavam do lado de fora de uma das lojas do McDonald's na capital ucraniana para atender pedidos de clientes, observou uma equipe da AFP.

"Acho que hoje (terça-feira) vai ter muita animação. A abertura é às 9h (3h em Brasília), e acho que hoje não vou descansar", disse o entregador Maxim Khadap, de 19 anos, esta manhã.

O ministro ucraniano das Relações Exteriores, Dmytro Kuleba, aplaudiu "um sinal para as empresas internacionais de (mostrar) a oportunidade de trabalhar na Ucrânia, apesar da guerra".

"Em outubro, esses três restaurantes abrirão totalmente", disse o McDonald's em um comunicado.

Outras sete lojas da capital voltarão a abrir suas portas em breve, assim como outros restaurantes "em cidades do leste do país", segundo a mesma fonte.

O McDonald's fechou suas lojas na Ucrânia em 24 de fevereiro, início da invasão russa.

Na Rússia, seus 850 estabelecimentos foram vendidos para o empresário Alexander Govor, que em junho lançou a rede "Vkousno i Tochka".

video-dg-bur/eb/es/zm/tt