Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.841,96
    -1.496,14 (-4,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

McDonald's lança hambúrguer sem carne 'McPlant'

·2 minuto de leitura
O McDonald's vai lançar um novo hambúrguer vegetal chamado 'McPlant'

A gigante de 'fast food' McDonald's anunciou nesta segunda-feira (9) o lançamento de um novo hambúrguer vegetal chamado "McPlant" para atender ao número crescente de pessoas que não comem carne. 

O grupo já havia testado um hambúrguer vegetal em cooperação com a empresa Beyond Meat, especializada em substitutos veganos para a carne. 

A nova linha será produzida exclusivamente para o McDonald's e será lançada em mercados selecionados no próximo ano. 

A rede de restaurantes ainda não disse se vai renovar sua colaboração com a Beyond Meat, apenas informou que vai trabalhar com fornecedores terceirizados como faz com todos os seus outros produtos. 

O McDonald's anunciou aos investidores que também considera substitutos vegetais para produtos de frango e seus sanduíches de ovo e bacon. 

A marca ficou para trás no nicho de mercado em relação à concorrente, Burger King, que foi o primeiro a lançar uma versão vegetariana de seu icônico hambúrguer "Whopper" em abril de 2019 nos Estados Unidos.

O McDonald's ainda depende de seus principais produtos, como o "Big Mac", "McNuggets" e batatas fritas, que representam cerca de 70% de suas vendas em seus principais mercados. 

"Como a demanda pelo familiar nestes tempos de incerteza é mais importante do que nunca, a empresa acredita que esses clássicos básicos continuarão a ser impulsionadores significativos de crescimento, graças à sua popularidade e lucratividade", disse o McDonalds em nota. 

A empresa também pretende dar nova ênfase aos produtos à base de frango, que estão crescendo mais rapidamente do que o mercado de produtos bovinos.

Após o sucesso de seus nuggets picantes nos Estados Unidos, o McDonald's planeja lançar um sanduíche de frango crocante no país em 2021. 

Para impulsionar as vendas pela internet, que já cresceram significativamente desde o início da pandemia do coronavírus, o grupo também testará uma nova plataforma online e um novo programa de fidelidade. 

Também construirá novos pontos de venda exclusivos para drive-in e terá linhas dedicadas aos clientes que pré-encomendaram suas refeições online.

jum/lo/jh/bgs/jc/mvv