Mercado abrirá em 4 h 11 min

McDonald's russo tira batata frita do cardápio e alega escassez

Versão russa do McDonald's está enfrentando uma escassez de batatas fritas. Foto: REUTERS/Evgenia Novozhenina.
Versão russa do McDonald's está enfrentando uma escassez de batatas fritas. Foto: REUTERS/Evgenia Novozhenina.
  • Versão russa do McDonald's está enfrentando escassez de batatas;

  • Ministério da Agricultura da Rússia alega que não há escassez de batatas;

  • McDonald's russo disse que a batata frita pode não voltar ao cardápio dos restaurantes até o outono.

O que é um restaurante de fast food sem a porção de batatas fritas no cardápio? Essa é a pergunta que devem estar se fazendo os frequentadores de alguns restaurantes do McDonald’s na Rússia, renomeado para 'Vkusno & tochka'.

A marca, cujo nome traduzido para o português significa algo como 'Delicioso e ponto final', retirou temporariamente o clássico produto do seu menu enquanto enquanto o país enfrenta uma escassez de batatas.

Leia também:

O ‘Vkusno & tochka’ afirmou para a agência de notícias russa TASS que a postura foi tomada em decorrência da má colheita do produto em 2021.

A rede de restaurantes também disse que é “impossível importar de mercados que possam se tornar fornecedores temporários de batatas para empresas na Rússia".

Contudo, quanto à carência do alimento, o ministério da agricultura do país discordou da informação passada.

Em um comunicado chamado “Há batatas - e é isso”, acenando para o nome da empresa, a pasta disse que a Rússia está “totalmente suprida com batatas, incluindo as processadas”, e ainda afirmou que as “colheitas da nova safra já estão chegando”.

A marca alegou que a batata frita não pode voltar ao cardápio dos restaurante até o outono, e que inclusive as ‘batatas rústicas’, mais grossas que as normais, também podem ficar temporariamente indisponíveis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos