Mercado abrirá em 5 h 12 min
  • BOVESPA

    128.057,22
    -1.202,27 (-0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.202,80
    -376,30 (-0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,87
    -0,17 (-0,24%)
     
  • OURO

    1.790,20
    +15,40 (+0,87%)
     
  • BTC-USD

    37.753,19
    -1.520,40 (-3,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    938,93
    -30,94 (-3,19%)
     
  • S&P500

    4.221,86
    -1,84 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    33.823,45
    -210,22 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.137,02
    -16,41 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    28.723,65
    +165,06 (+0,58%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.196,50
    +31,00 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9754
    +0,0129 (+0,22%)
     

Mau uso de medicamentos contra Covid-19 pode ter contribuído para o aumento do “fungo negro” na Índia

·1 minuto de leitura
Mau uso de medicamentos contra Covid-19 pode ter contribuído para o aumento do “fungo negro” na Índia
Mau uso de medicamentos contra Covid-19 pode ter contribuído para o aumento do “fungo negro” na Índia

Além da Covid-19, a Índia está sofrendo com uma crise de mucormicose, também conhecida como “fungo negro”. No entanto, as duas coisas podem estar relacionadas, já que a algumas recomendações de tratamento contra o Coronavírus no país asiático podem contribuir para o aumento do fungo.

Um dos elementos que ajudam na proliferação do “fungo negro” é o uso indevido de esteróides e antibióticos, que diminuem a capacidade do organizamos de combater infecções fúngicas (o que vem ocorrendo na Índia). Indianos estão fazendo um uso indiscriminado desses medicamentos na tentativa de conseguirem proteção contra a Covid-19.

“Fungo negro” na Índia

O país ainda sofre com a falta de Anfotericina B, remédio básico para o combate da mucormicose. A população chegou a recorrer aos tribunais para conseguir o medicamento. o “fungo negro” vem numa crescente exponencial na Índia, tendo atingido quase 12 mil pacientes com Covid-19 no país. Geralmente um sistema imunológico saudável pode lidar com o fungo sem que sintomas se manifestem.

Leia mais!

No entanto, pacientes vulneráveis por conta do tratamento contra o coronavírus têm chances maiores de serem infectados pelo patógeno, que mata mais de 50% dos acometidos. Além do Coronavírus , outros fatores podem influenciar na infecção pelo patógeno, como diabetes, ser portador de doenças onco-hematológicas (como a leucemia) e até mesmo fazer uso de corticoides em doses elevadas.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos