Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.630,26
    -214,41 (-0,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Mattos relembra venda de Roger Guedes pelo Palmeiras a clube chinês: ‘Nem sabiam quem ele era’

·1 minuto de leitura


O ex-diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, concedeu na última segunda-feira (26) uma entrevista para o programa Arena SBT. Nela, o cartola comentou a negociação com o clube chinês Shandong Luneng para a venda do atacante Roger Guedes, em 2018.

placeholder

– Ele chegou por R$2,5 milhões e foi vendido por nove milhões e meio de euros. Foi uma situação criada, porque o clube chinês nem sabia quem era Roger Guedes. Coloquei ele no Atlético Mineiro e disse ao presidente do clube que o Roger seria emprestado, mas que a gente precisaria vendê-lo no meio do ano.

Mattos também relembrou uma "brincadeira" do elenco palmeirense com o atacante, que não teve uma boa repercussão na época.

– Eu acho que ali tinha um pouco de recado para ele sim, por situações internas, mas também era uma brincadeira comum, que já tinha acontecido antes.

Mattos foi dirigente do Palmerias entre 2015 e 2019. No clube, ganhou o Brasileirão em 2016 e 2018 e a Copa do Brasil em 2015.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos