Mercado abrirá em 6 h 21 min
  • BOVESPA

    107.937,11
    -1.004,57 (-0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.890,59
    -708,79 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,64
    +0,33 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.842,50
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    36.087,52
    +109,62 (+0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    821,53
    +10,93 (+1,35%)
     
  • S&P500

    4.410,13
    +12,19 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.364,50
    +99,13 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    27.113,13
    -475,24 (-1,72%)
     
  • NASDAQ

    14.318,50
    -182,50 (-1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2127
    -0,0160 (-0,26%)
     

Matrix Resurrections tem referência ao The Game Awards; entenda

·2 min de leitura

Quem acompanha o mercado de games com atenção deve ter se surpreendido quando, em uma das cenas de Matrix Resurrections, Neo, interpretado por Keanu Reeves é o portador de nada menos que um The Game Awards. A estatueta da premiação aparece em uma festa, enquanto ele ainda parece se sentir meio inadequado com o sucesso e a própria popularidade.

A participação especial foi revelada no Twitter por Geoff Keighley, criador da cerimônia que, há algumas semanas, premiou It Takes Two como o melhor jogo de 2021. Na rede social, ele agradeceu à cineasta Lana Wachowski e disse se sentir honrado pela aparição do troféu de sua premiação no longa, uma colaboração que ele disse ter mantido como segredo por um bom tempo.

Atenção: a partir daqui, o texto conterá spoilers da trama de Matrix Resurrections.

No filme, o prêmio é dado a Neo, ou melhor, Thomas Anderson, por seu trabalho no primeiro jogo da série The Matrix. O título fictício foi lançado em 1999, mesmo ano em que o longa correspondente chegou às telonas — nas redes sociais, houve até quem brincasse que a premiação daquele ano foi um roubo, já que o título teria levado a honraria no lugar de nomes como Quake III Arena e The Legend of Zelda: Ocarina of Time.

A aparição também dialoga com a própria metalinguagem de Matrix Resurrections. No novo longa, os filmes originais seriam como uma trilogia de games, com o quarto em desenvolvimento depois de um longo tempo e contra a vontade de seu criador. Mais ou menos o que aconteceu com a própria criadora Lilly Wachowski, que declarou publicamente precisar de um tempo das grandes produções e focar em coisas novas; motivo pelo qual o quarto filme tem o envolvimento apenas da irmã, Lana, como roteirista e diretora.

O novo longa estreou no Brasil em 22 de dezembro; enquanto, por aqui, é exclusivo dos cinemas, a produção também foi lançada no exterior de forma simultânea na plataforma HBO Max. Em resenha no Canaltech, o longa foi criticado por não carregar a mesma força e simbolismo dos originais, quase que como em uma caricatura de si mesmo, da mesma forma que brinca com o fato de ser uma grande franquia, na mão de um estúdio, e uma obra que recebeu diferentes interpretações enquanto seria um mero produto de entretenimento.

Além de Reeves, estão no elenco Carrie-Anne Moss (Jessica Jones) e os estreantes de franquia Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen), Jessica Henwick (Amor e Monstros), Jonathan Groff (Mindhunter) e Neil Patrick Harris (How I Met Your Mother). Como dito, a direção é de Lana Wachowski, que também assina o roteiro e é uma das criadoras de toda a série, ao lado da irmã, Lana.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos