Mercado abrirá em 4 h 8 min
  • BOVESPA

    110.672,76
    -3.755,42 (-3,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.402,73
    -283,30 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,33
    -0,63 (-0,76%)
     
  • OURO

    1.775,60
    +5,10 (+0,29%)
     
  • BTC-USD

    63.918,63
    +1.634,00 (+2,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,48
    +17,12 (+1,17%)
     
  • S&P500

    4.519,63
    +33,17 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    35.457,31
    +198,70 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.213,63
    -3,90 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.077,14
    +289,93 (+1,12%)
     
  • NIKKEI

    29.255,55
    +40,03 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    15.401,50
    +3,00 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5114
    +0,0152 (+0,23%)
     

Matriarcas do Samba fazem festa no Theatro Municipal de Niterói

·1 minuto de leitura

NITERÓI - A próxima atração do Theatro Municipal tem o samba no DNA e no berço. Autodenominadas Matriarcas do Samba, Geisa Keti, Selma Candeia, Nilcemar Nogueira e Vera de Jesus cantarão um repertório bem familiar, no sábado, às 19h. Elas são, respectivamente, filhas de Zé Keti e Candeia e netas de Cartola e Clementina de Jesus.

Os sucessos dos bambas estarão em cena, costurados por histórias de quem os conheceu bem de perto. Mas tem mais. Elas cantarão sambas-enredo clássicos e sucessos de outros herdeiros dos mestres, como Almir Guineto, Luiz Carlos da Vila, Xande de Pilares e Zeca Pagodinho.

As Matriarcas estrearam em uma live, em maio, no Museu do Samba, fundado por Nilcemar, que também formou o quarteto.

— É mais que um grupo musical. É a oportunidade de levar à frente lutas como a valorização da mulher e o combate ao racismo — diz a gestora cultural.

Já para Geisa Keti o encontro é oportunidade de divulgar as obras dos mestres entre as novas gerações e reforçar a presença feminina nas rodas:

— Será a chance de mostrar músicas quase inéditas que papai compôs para projetos específicos, como “Clementina de Jesus no Vale dos Orixás” e “Quero morrer na Portela”.

Ingresso a R$ 40, pela plataforma Sympla.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos