Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.016,78
    -346,32 (-0,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.277,60
    -437,00 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,88
    +0,22 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.800,90
    +2,10 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    60.335,12
    +1.843,73 (+3,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.468,52
    +49,14 (+3,46%)
     
  • S&P500

    4.586,93
    +35,25 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    35.664,25
    +173,56 (+0,49%)
     
  • FTSE

    7.249,47
    -3,80 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.748,25
    +161,00 (+1,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5717
    +0,1470 (+2,29%)
     

Material promocional do Moto G Pure vaza confirmando visual

·2 minuto de leitura

A reformulação da linha Moto G, agora numerada com dezenas que, quanto maiores, melhor o hardware oferecido, não vem impedindo a Motorola de lançar outros celulares básicos e intermediários. Para além do Moto E20 a marca está finalizando os preparativos de um Moto E40, e mesmo a família Moto G 2021 deve ganhar mais companhia em breve.

Já vazado pelo Geekbench, o Moto G Pure está sendo preparado com hardware bastante básico, ao ponto de possivelmente chegar ao mercado com especificações inferiores ao Moto G10. Até então ele havia aparecido em renderizações de baixa qualidade, mas um novo vazamento traz um folder que deverá fazer parte do material de marketing. Nele, a empresa divulga que o celular terá uma tela ultra-wide e bateria para dois dias.

Apesar de não entrar em números, é provável que o Moto G Pure tenha aspecto de tela de 19:9 ou mais, e uma bateria acima de 4.000 mAh. Muitos celulares básicos já incluem esses recursos, e vazamentos anteriores já pontuavam que o smartphone deve chegar com 3 GB de memória RAM e SoC Mediatek Helio G25.

(Imagem: Reprodução/EV Leaks)
(Imagem: Reprodução/EV Leaks)

Outro aspecto que a imagem promocional deixa claro é o conjunto duplo de câmeras na traseira, mas é desconhecida a resolução desses sensores. Na frontal, a lente de selfies será oferecida por um notch em gota.

Não é o primeiro Pure

A última vez que a Motorola escolheu o sufixo Pure para um celular seu foi na confecção do Moto X Pure, em 2015. Se tratou de um celular top de linha, o que claramente não será o caso em 2021. Chama a atenção que, apesar de reformular a linha Moto G para numerais recentemente, a companhia esteja mudando novamente de estratégia tão rapidamente.

Nada impede, porém, que o nome Moto G Pure seja utilizado em determinados mercados, chegando ao Brasil, por exemplo, com outro nome — se vier para cá. Apesar do hardware simples, ele trará mais RAM que o Moto E20, mas ainda deverá especificações inferiores ao futuro Moto E40.

Vale lembrar, no momento a Motorola, no Brasil, se concentra na divulgação dos novos Motorola Edge 20 e também do Moto G50 5G. São intermediários e flagships. Quando o Moto G Pure chegar ao mercado, deverá acabar apostando em preço baixo para se tornar competitivo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos