Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.361,03
    -3.538,90 (-6,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Material You Collection: Google lança coleção fashion que você não pode vestir

·1 min de leitura

Os novos Google Pixel 6 foram lançados, e o Google vem enfrentando problemas pelos graves bugs que os aparelhos vêm enfrentando. Ao mesmo tempo, o departamento de marketing não cessa esforços para manter os celulares na mídia.

Desta vez a empresa está apostando na divulgação simultânea dos novos aparelhos Android e também da interface Material You da versão 12 do sistema. Para isso criou a Material You Collection, coleção fashion que você não poderá vestir.

(Imagem: Reprodução/Digital Trends/Google)
(Imagem: Reprodução/Digital Trends/Google)

Desenvolvida em parceria com artistas como Tinie Tempah, Radam Ridwan, Sophie Butler e outros, a coleção traz roupas e acessórios que se inspiram no Pixel 6, seus recursos, e suas câmeras. Todas as peças são unissex e voltadas para a moda digital. A íntegra da coleção será disponibilizada a partir do dia 23 de novembro no Reino Unido.

Como dissemos, não há como adquiri-las — apenas... contemplá-las visualmente. É possível encarar esse projeto como um ensaio que se apoia na identidade visual dos novos celulares. A empresa explica que a ideia de apostar em peças virtuais é parte da sua preocupação com moda sustentável.

Ao menos, ao que parece, os usuários poderão usar as imagens como papel de parede. O Google não explica se levará a mostra virtual para outros mercados, e que limitações existem para ela ser liberada apenas no Reino Unido nesse primeiro momento.

Se você considera essa ideia abstrata demais, é bom se preparar: com a invenção do metaverso, será cada vez mais comum que objetos não tangíveis sejam considerados produtos de desejo — e consumo. Mas, ao menos por enquanto, o Google não parece estar metido com isso (ainda que seja questão de tempo).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos