Mercado fechará em 6 h 2 min
  • BOVESPA

    125.554,21
    +942,18 (+0,76%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.087,99
    +177,46 (+0,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    +0,31 (+0,43%)
     
  • OURO

    1.795,50
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    39.572,24
    +1.047,96 (+2,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    927,41
    -2,52 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.398,07
    -3,39 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.016,42
    -42,10 (-0,12%)
     
  • FTSE

    7.016,83
    +20,75 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.923,00
    -24,75 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0628
    -0,0456 (-0,75%)
     

Matérias-primas siderúrgicas despencam em Dalian por preocupações com demanda

·1 minuto de leitura
Mina na Austrália

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do carvão metalúrgico e do coque negociados na China atingiram mínimas de um mês nesta quinta-feira, enquanto os preços do minério de ferro chegaram a cair até 3,6%, à medida que cortes de produção de aço em algumas usinas do país geraram preocupações com a demanda pelas matérias-primas siderúrgicas.

Uma grande produtora de aço do leste da China recebeu determinação de hibernar seus altos-fornos após uma inspeção do governo central, segundo Zhuo Guiqiu, analista da Jinrui Capital, que preferiu não revelar o nome da empresa.

A China prometeu controlar sua produção anual de aço a um nível mais baixo neste ano. O órgão estatal de planejamento do país já havia afirmado que conduziria inspeções de campo entre junho e julho.

Há temores crescentes de que a demanda por matérias-primas caia ainda mais, à medida que mais locais ampliam os controles de produção de aço, acrescentou Zhuo.

O contrato mais negociado do coque na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em setembro, fechou em queda de 5,3%, a 2.472 iuanes (381,46 dólares) por tonelada.

Os futuros do carvão metalúrgico cederam 5,3%, a 1.831 iuanes/tonelada, menor patamar desde 9 de junho.

Já a referência do minério de ferro em Dalian apurou queda de 2,9%, a 1.188 iuanes por tonelada, após recuar até 3,6% mais cedo na sessão.

(Reportagem de Min Zhang e Shivani Singh)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos