Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.322,14
    -1.117,01 (-2,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Mastercard vai disponibilizar pagamentos por criptomoedas até o fim de 2021

Felipe Ribeiro
·1 minuto de leitura

A MasterCard confirmou que vai incluir as criptomoedas em sua rede de pagamentos. De acordo com postagem em seu blog oficial, a empresa afirmou que está se preparando para dar suporte completo a esse tipo de recurso até o final de 2021, com todas as regras sendo preparadas tanto para estabelecimentos quanto para os clientes.

O ponto de corte da Mastercard para selecionar as criptomoedas participantes é a segurança e a confiabilidade. Por isso, além de os estabelecimentos terem de seguir regras rígidas para aceitar esse tipo de pagamento, os modelos de criptomoedas escolhidos também terão de segui-lo, de modo a deixar as transações tão seguras quanto as atuais com cartões de crédito e débito.

Ainda de acordo com a publicação, as criptomoedas candidatas a entrarem no programa da Mastercard precisarão implementar medidas de conformidade rígidas, incluindo “Conheça seu cliente”, que, simplesmente, é o processo de verificação do cliente usado pelo setor de serviços financeiros. Elas também devem cumprir as leis e regulamentações locais nas regiões em que operam, além de tornarem os ativos digitais aceitos como uma forma de pagamento, em vez de funcionar como uma oportunidade de investimento.

É bom lembrar que outras empresas estão entrando no mundo das criptomoedas como forma de pagamento e não apenas como investimento. Mais recentemente, a PayPal autorizou que os usuários nos Estados Unidos comprassem, vendessem e guardassem essas moedas em suas contas. Já a Tesla, que fez uma compra de US$ 1,5 bilhão em bitcoins, vai começar a aceitá-la como pagamento em breve.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: