Mercado abrirá em 9 h 54 min
  • BOVESPA

    122.979,96
    +42,09 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.789,31
    +417,33 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,64
    -0,85 (-1,30%)
     
  • OURO

    1.867,60
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    40.301,89
    -4.624,07 (-10,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.113,01
    -140,13 (-11,18%)
     
  • S&P500

    4.127,83
    -35,46 (-0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.060,66
    -267,13 (-0,78%)
     
  • FTSE

    7.034,24
    +1,39 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.008,09
    -398,75 (-1,40%)
     
  • NASDAQ

    13.146,25
    -65,75 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4299
    -0,0002 (-0,00%)
     

Mastercard e JPMorgan investem US$ 65 milhões em criadores da carteira Metamask

Kesia Rodrigues
·2 minuto de leitura

A ConsenSys, um dos maiores apoiadores do Ethereum e criadora da carteira Metamask, anunciou na terça-feira (13) um financiamento de US$ 65 milhões das instituições financeiras JPMorgan, Mastercard e UBS.

A rodada incluiu também outros investidores, como Protocol Labs, Maker Foundation, Fenbushi e The LAO. O anúncio é encarado pelo mercado como uma evidência que a reestruturação da empresa, iniciada no ano passado, estaria no caminho certo.

Com sede em Brooklyn, nos Estados Unidos, a ConsenSys é uma startup de blockchain fundada por Joe Lubin, um dos co-fundadores do Ethereum, criptomoeda mais popular do mundo depois do Bitcoin.

A reestruturação da empresa foi realizada em duas partes: uma voltada para software business e outra para investimentos, conhecida como ConsenSys Mesh.

A ConsenSys tem em seu portfólio clientes importantes como Microsoft Corp, Amazon Web Services e Ernst and Young. Além disso, a empresa está envolvida na construção de moedas digitais de bancos centrais (CBDC).

O aporte de US$ 65 milhões é o primeiro grande financiamento externo da empresa.

Finanças tradicionais e descentralizadas

De acordo com os comunicados oficiais, o aporte permitirá acelerar a convergência das finanças tradicionais e descentralizadas, tema que tem se destacado a partir do interesse de várias instituições financeiras globais em blockchain e criptomoedas.

A ConsenSys está empenhada na construção da infraestrutura necessária para popularizar soluções em DeFi, segmento que envolve a descentralização de ferramentas financeiras, sem intermediários, por meio da blockchain.

O conceito ganhou contornos mais robustos sobretudo com Ethereum e seus contratos inteligentes. Recentemente, o Fórum Econômico Mundial discutiu a integração de DeFi até mesmo ao setor público.

Enquanto isso, projetos como o Liquity seguem tendo sucesso pela promessa de altos ganhos aos investidores.

Já do lado dos investidores, o aporte reforça a presença de empresas globais no setor.

A Visa, por exemplo, já liberou pagamentos com criptomoeda nos Estados Unidos, mencionando que se trata de uma demanda em todo o mundo, na esteira de anúncios do Paypal e da própria Mastercard. Além disso, empresas que vão da MicroStrategy à Tesla seguem comprando e guardando Bitcoin.

O artigo Mastercard e JPMorgan investem US$ 65 milhões em criadores da carteira Metamask foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.