Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    61.689,50
    -1.747,46 (-2,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0339 (-0,50%)
     

Marvel Comics terá um Capitão América mais jovem, gay e “das massas” em junho

Claudio Yuge
·2 minuto de leitura

O Capitão América celebra 80 anos em junho deste ano e a Marvel Comics terá uma nova série limitada para comemorar a data, em The United States of Captain America. Escrita por Christopher Cantwell, com arte de Dale Eaglesham, a trama aborda Steve Rogers unindo os personagens que também já vestiram o manto do Sentinela da Liberdade no passado: Bucky Barnes, Sam Wilson e John Waler. E a maior novidade é a introdução de um novo “herói do povão”, um Capitão América mais jovem e gay.

The United States of Captain America mostrará Rogers, Barnes, Wilson e Walker atravessando os Estados Unidos, em busca do famoso escudo, que foi roubado. Ao longo dessa jornada, o grupo verá os esforços de pessoas comuns, que em vários momentos da vida, já “assumiram o manto” de Capitão América, ao defender suas comunidades. E essa trajetória começa com a introdução de Aarton Fisher.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics
Imagem: Reprodução/Marvel Comics

O garoto é descrito como “o Capitão América das Ferrovias — um adolescente destemido que se levantou para proteger outros fugitivos e os desabrigados", e que "a Marvel Comics tem o orgulho de homenagear o Mês do Orgulho com a ascensão deste novo herói LGBTQ+". Em todas as edições, Cantwell e Eaglesham darão espaço por um conto, produzido por novos talentos, mostrando outras versões do Capitão América. A estreia de Aaron será realidade por Joshua Trujillo e Jan Balzadua.

"Aaron é inspirado por heróis da comunidade queer: ativistas, líderes e pessoas comuns que lutam por uma vida melhor. Ele representa os oprimidos e os esquecidos. Espero que sua história de estreia ressoe com os leitores e ajude a inspirar a próxima geração de heróis, adianta Trujillo.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics
Imagem: Reprodução/Marvel Comics

“Realmente gostei de projetá-lo e, como uma pessoa transgênero, estou feliz em poder apresentar uma pessoa abertamente gay que admira o Capitão América e luta contra o mal para ajudar aqueles que são quase invisíveis para a sociedade. Enquanto eu o desenhava, pensei, ‘bem, Cap luta contra seres superpoderosos e salva o mundo quase sempre’, mas Aaron ajuda quem anda sozinho na rua com os problemas que enfrentam todos os dias. Espero que as pessoas gostem do resultado final!", destacou Balzadua.

The United States of Captain America terá cinco edições e a primeira tem publicação agendada para o dia 2 de junho deste ano.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: