Mercado abrirá em 8 h 5 min
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,23
    -0,03 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.815,10
    -7,10 (-0,39%)
     
  • BTC-USD

    38.553,28
    -1.153,11 (-2,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    939,87
    -21,03 (-2,19%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    25.987,16
    -248,64 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    27.547,12
    -233,90 (-0,84%)
     
  • NASDAQ

    14.969,75
    +17,00 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1219
    -0,0222 (-0,36%)
     

Marte poderá ser habitado por humanos? Olhar Espacial discute a terraformação do planeta vermelho

·2 minuto de leitura
Marte poderá ser habitado por humanos? Olhar Espacial discute a terraformação do planeta vermelho
Marte poderá ser habitado por humanos? Olhar Espacial discute a terraformação do planeta vermelho

O Olhar Espacial desta sexta-feira (9), às 21h (horário de Brasília), recebe Douglas Galante, pesquisador do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS/CNPEM), liderando o grupo Carnaúba, da nova linha de nanofoco do Sirius. Ele trabalha na área de Astrobiologia e Ciências Planetárias. O programa vai discutir a exploração e possibilidade de colonização e terraformação de Marte – ou seja, modificação da atmosfera, temperatura, topografia e ecologia do planeta vermelho para deixá-lo em condições adequadas para suportar um ecossistema com seres vivos da Terra.

Douglas Galante é bacharel pelo curso de Ciências Moleculares da Universidade de São Paulo (2003), doutor em Astronomia pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG-USP) em 2009 e pós-doutor pelo mesmo instituto (2012). Ele é também pesquisador associado do Núcleo de Pesquisa em Astrobiologia, NAP-Astrobio (IAG/USP) e tem experiência no estudo dos efeitos da radiação sobre sistemas químicos e biológicos, da micro à macro escala.

Douglas Galante
Douglas Galante. Créditos: Divulgação/USP

Terraformação de Marte

O cientista utiliza ferramentas teóricas, experimentais e de trabalho em campo para o estudo da interação da vida com seu ambiente, de maneira a extrapolar para outros planetas a informação da vida atual em regiões extremas da Terra, e da vida pretérita, do registro fóssil. Trabalha também com o fenômeno da origem da vida, sua adaptação às superfícies planetárias e a habitabilidade do Sistema Solar, inclusive utilizando plataformas espaciais.

Leia mais:

Apresentado por Rafael Rigues, editor de Ciência e Espaço do Olhar Digital, e por Marcelo Zurita, presidente da Associação Paraibana de Astronomia – APA; membro da SAB – Sociedade Astronômica Brasileira; diretor técnico da Bramon – Rede Brasileira de Observação de Meteoros – e coordenador regional (Nordeste) do Asteroid Day Brasil, o programa sobre astronomia é transmitido ao vivo, todas às sextas-feiras, às 21h, pelos canais oficiais do veículo no YouTube, Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e TikTok.

Na estreia, o Olhar Espacial recebeu como convidados o astrônomo, cofundador da Bramon e editor do Universo Racionalista, Carlos Di Pietro, e a engenheira biomédica e astrônoma amadora, Lorrane Olivlet.

Confira como foi:

Na semana passada o convidado foi o engenheiro espacial, empreendedor e pioneiro do NewSpace no Brasil, Lucas Fonseca.

Assista:

O Olhar Espacial conta com a participação dos espectadores, que podem mandar perguntas, sugestões e críticas pelas redes sociais do Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos