Mercado abrirá em 3 h 51 min
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,87
    +1,61 (+2,43%)
     
  • OURO

    1.783,00
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    49.198,30
    -138,16 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.259,49
    -182,27 (-12,64%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    23.346,57
    -420,12 (-1,77%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.730,25
    +12,50 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3739
    -0,0214 (-0,33%)
     

'Marighella' terá sessão em ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O filme "Marighella", dirigido por Wagner Moura, terá uma sessão para os moradores da ocupação Carolina Maria de Jesus do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) em São Paulo, no dia 3 de novembro. O MTST tem como uma de suas lideranças Guilherme Boulos (PSOL-SP) .

O evento contará com a presença de Moura, da atriz Bella Camero e de lideranças do movimento negro.

Cerca de 130 pessoas vivem na ocupação popular que fica numa área de mais de 60 mil metros quadrados no Jardim Iguatemi, na zona leste da capital paulista. O terreno abandonado ganhou o nome da escritora mineira Carolina Maria de Jesus, autora de "Quarto de Despejo, Diário de uma Favelada" e é pleiteado para moradia pelo MTST desde maio.

O filme, que estreia nos cinemas no dia 4 de novembro, conta a história do guerrilheiro comunista Carlos Marighella (interpretado por Seu Jorge), morto pela ditadura militar. A produção é inspirada na biografia "Marighella: O Guerrilheiro que Incendiou o Mundo" (ed. Companhia das Letras), do jornalista Mário Magalhães.

EXIBIÇÃO PARA O MST

E no dia 6 de novembro o filme ganhará uma exibição popular no assentamento do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) Jacy Rocha, em Prado, na Bahia.

Participarão os atores Bruno Gagliasso, Henrique Vieira e José de Abreu, os familiares do líder comunista baiano Maria e Carlinhos Marighella e o dirigente do MST João Pedro Stedile. A cineasta Tata Amaral e os atores Herson Capri e Pally Siqueira também confirmaram presença no evento.

O assentamento Jacy Rocha tem três mil hectares, e mais de 200 famílias desenvolvem atividades agroecológicas relacionadas a bovinocultura leiteira, horta, café, pimenta do reino, urucum, piscicultura, cacau e pequenos animais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos