Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.371,48
    -690,52 (-0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.092,31
    +224,69 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,85
    +0,42 (+0,68%)
     
  • OURO

    1.785,40
    +3,40 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    51.904,46
    -3.008,55 (-5,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.194,54
    -48,51 (-3,90%)
     
  • S&P500

    4.134,98
    -38,44 (-0,92%)
     
  • DOW JONES

    33.815,90
    -321,41 (-0,94%)
     
  • FTSE

    6.938,24
    +42,95 (+0,62%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.769,25
    +19,00 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5430
    +0,0014 (+0,02%)
     

Marido de palmeirense morta a facadas após final da Libertadores é solto pela Justiça

LANCE!
·1 minuto de leitura


O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou, nesta quinta-feira, a soltura de Leonardo Ceschini, réu confesso do assassinato da esposa Érica Fernandes no dia 31 de janeiro, após a final da Libertadores entre Palmeiras e Santos, vencida pelo Alviverde. A informação foi publicada pelo 'Uol'.

O marido corintiano cumpria prisão preventiva, após admitir que entrou em briga corporal com a esposa por causa de futebol. Ele também foi ferido a golpes de faca e precisou ser internado. Para a juíza Giovanna Christina Colares, a soltura se dá por haver "excesso de prazo na prisão cautelar do acusado".

Relembre o caso:

A polícia informou que foi acionada para atendimento da ocorrência, mas quando chegou no local, a vítima já estava morta no chão da cozinha. O caso foi registrado na 33º DP de Pirituba. Leonardo Ceschini foi internado sobre escolta policial no Hospital Mandaqui para tratamento da ferida e foi autuado por homicídio qualificado.

- O motivo de tudo foi (sic) desavenças devido a cada um ser torcedor de um time de futebol diferente, observando a final da Taça Libertadores da América: ela palmeirense, ele corintiano - diz o B.O. A polícia também descartou a versão de que Leonardo tenha tentado tirar a própria vida após esfaquear Érica.

- Após ser atingido, Leonardo conseguiu tomar-lhe a faca e desferir vários golpes que causaram a morte dela, entendendo que ele acabou se excedendo - diz o documento. De acordo com a polícia, Érica conseguiu atacar Leonardo e ele tirou a faca da mão dela, a matando em seguida - conclui o B.O.