Mercado fechará em 5 h 39 min
  • BOVESPA

    100.661,16
    +1.988,90 (+2,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.783,56
    +42,06 (+0,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,20
    -0,42 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.827,90
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    20.709,29
    -702,13 (-3,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    451,25
    -10,54 (-2,28%)
     
  • S&P500

    3.904,27
    -7,47 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    31.481,60
    -19,08 (-0,06%)
     
  • FTSE

    7.246,92
    +38,11 (+0,53%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.059,75
    -80,75 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5192
    -0,0332 (-0,60%)
     

Maria Gadú lança série exclusiva no YouTube sobre os povos da Amazônia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A cantora, compositora e agora ativista da causa indígena Maria Gadú lançou nesta segunda-feira (13) a série O Som do Rio. Exclusiva do YouTube, a produção tem como objetivo conscientizar e informar a sociedade brasileira sobre acontecimentos da Amazônia, como o desmatamento e a perseguição às comunidades indígenas, bem como ressaltar a rica cultura da região.

A série é composta por quatro episódios nos quais Gadú e convidados navegam por um barco nas águas do Rio Tapajós, no Pará. O espectador pode esperar por uma jornada de transformação, conhecimento e música pelas comunidades ribeirinhas. O trabalho é fruto da parceria entre a Maria Farinha Filmes, a ativista indígena Val Munduruku e a cantora.

Em quatro episódios dirigidos por Carol Quintanilha, personalidades como Thelma Assis (médica, apresentadora e influenciadora digital), Vítor diCastro (ator e influenciador digital) e Lenine (cantor e compositor) deixam a vida na cidade para embarcar nessa jornada de conexão com a floresta. O apresentador e youtuber Felipe Castanhari é o responsável por parte da narração e por revelar histórias da região.

Já no primeiro episódio, o espectador é convidado a conhecer as Suraras do Tapajós, coletivo de mulheres indígenas que apresentam os assuntos mais urgentes da região, como a grilagem de terras e o assassinato de líderes locais. Aguerridas, mas sem deixar de lado a feminilidade, mostram um pouco de sua cultura — que é mostrado como parte da herança histórica do Brasil — em lindos rituais.

YouTube aposta em conteúdo exclusivo

O Som do Rio é parte dos esforços do YouTube para atrair o público e ajudar as pessoas a envolverem com assuntos ambientais, como a preservação da Amazônia, tema muito em alta nos últimos anos. A plataforma diz ter feito uma doação de R$ 230 mil para o Centro de Empreendedorismo da Amazônia para projetos de desenvolvimento econômico sustentável para auxiliar na luta contra impactos ambientais na região.

Gadú e convidados embarcam por uma jornada no Rio Tapajós em busca de histórias sobre a Amazônia (Imagem: Maria Gadú/YouTube)
Gadú e convidados embarcam por uma jornada no Rio Tapajós em busca de histórias sobre a Amazônia (Imagem: Maria Gadú/YouTube)

A cantora Maria Gadú compôs uma canção inédita ao longo dessa jornada, inspirada pelos sons da natureza. A experiência sonora foi captada em Dolby Atmos, tecnologia imersiva de áudio que proporciona uma experiência realista e imersiva. Nem é preciso dizer que você pode ter uma experiência melhor se curtir a série com fones de ouvido de qualidade.

Diferentemente de outras iniciativas anteriores, esta não é uma série patrocinada pelo YouTube. A parceria com Gadú foi apenas para impulsionar a divulgação e incentivar mais pessoas a assistir tudo diretamente pelo site.

Como assistir à serie O Som do Rio online?

O pré-lançamento ocorreu ontem (13), em evento fechado exclusivo para a imprensa e convidados em São Paulo. Na ocasião, os produtores e as estrelas bateram um papo sobre as descobertas, os desafios da região e, principalmente, o rico conteúdo que resultou em O Som do Rio.

Para Gadú, essa é a oportunidade de mostrar um Brasil pouco conhecido para a maioria dos brasileiros, principalmente no atual momento. "A série chega em um momento difícil, no qual temos um jornalista e uma liderança indígena desaparecidos na Região Norte. É uma forma de usarmos a arte para contar, para alertar o povo, sobre a trágica história", explicou.

A estreia oficial ocorrerá nesta terça-feira (14), no canal oficial da Maria Gadú no YouTube. O acesso é gratuito e liberado para todos que quiserem curtir essa aventura inspiradora pela maior floresta tropical do mundo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos