Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.294,68
    +997,55 (+0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.329,84
    +826,13 (+1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,87
    -0,28 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.734,70
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    62.933,04
    -425,38 (-0,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,46
    -8,32 (-0,60%)
     
  • S&P500

    4.124,66
    -16,93 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    33.730,89
    +53,62 (+0,16%)
     
  • FTSE

    6.939,58
    +49,09 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    28.763,03
    -137,80 (-0,48%)
     
  • NIKKEI

    29.724,43
    +103,44 (+0,35%)
     
  • NASDAQ

    13.795,25
    -3,50 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7743
    +0,0014 (+0,02%)
     

Maria Beltrão chora ao comentar morte do menino Henry: "Realidade inominável"

Patrick Monteiro
·2 minuto de leitura
Maria Beltrão se emocionou no 'Estúdio I' da GloboNews (reprodução / TV Globo)
Maria Beltrão se emocionou no 'Estúdio I' da GloboNews (reprodução / TV Globo)

Maria Beltrão, apresentadora do ‘Estúdio I’, da Globo News não segurou o choro ao abrir o jornalístico após a entrevista coletiva do delegado responsável pelo caso da morte do menino Henry Borel, de quatro anos, no Rio de Janeiro.

“Estamos falando de uma realidade inominável. Estamos falando de algo difícil de se qualificar ou definir. O que a coletiva demonstrou com essa troca de mensagens é muito sério. Muito triste. Desculpa o descontrole emocional”, disse segurando choro e pedindo um intervalo comercial.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia também

Mãe, ela não conseguiu segurar a emoção e foi acolhida pelos colegas de bancada. “Não resta a menor dúvida, em relação aos elementos que nós temos, sobre a autoria do crime, dos dois”, disse o delegado Henrique Damasceno durante a coletiva de imprensa sobre a prisão temporária do vereador Dr. Jairinho (Solidariedade), acusado da morte, e da mãe do menino, Monique Medeiros, que teria conhecimento de tudo e o acobertou. 

Na internet o nome da âncora ficou entre os mais comentados na rede social por sua emoção ao relatar o fato. “Maria Beltrão sem conseguir iniciar o ‘Estúdio I’ depois de toda a história do Henry”, disse um. “Maria Beltrão, e todos nós, cansada de noticiar tragédias diárias...”, comentou outro.

“A Maria Beltrão é uma jornalista formidável, possui uma empatia do tamanho do mundo. Ela transmite a informação de uma forma tão empática que faz com que nos emocionemos junto com ela”, elogiou outro seguidor no Twitter.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.