Mercado abrirá em 4 h 51 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,71
    -0,34 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.695,30
    +17,30 (+1,03%)
     
  • BTC-USD

    53.537,95
    +3.170,83 (+6,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.079,54
    +55,33 (+5,40%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.719,13
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    28.640,24
    +99,41 (+0,35%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.485,25
    +188,00 (+1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9831
    +0,0233 (+0,33%)
     

Márcio França entra na onda do BBB e pede cancelamento de Doria

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB), durante debate das   promovido pela TV Globo. Foto:Paulo Lopes/Futura Press
João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB), durante debate das promovido pela TV Globo em 2018 (Foto: Paulo Lopes/Futura Press)

Ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB) aproveitou a onda de críticas feitas a cantora Karol Conká, participante do Big Brother Brasil, para pedir o “cancelamento” do João Doria (PSDB).

“Após os episódios de ontem à noite, vou cravar: Avalanche de cancelamento: Karol ComKá, Doria ConDê #ForaKarolConka #ForaDoria”, escreveu França nas redes sociais.

Na noite da última segunda-feira, 1º, Karol Conká foi criticadas nas redes sociais, acusada de ser uma “canceladora” após ofender o participante Lucas Penteado.

Leia também:

Em 2018, França concorreu ao governo do estado de São Paulo. Ele ocupava o cargo de vice-governador de Geraldo Alckmin e ocupou o cargo quando o tucano deixou o posto para concorrer à presidência.

França esperava receber o apoio de Alckmin na candidatura. No entanto, com a entrada de Doria no PSDB, perdeu espaço. França e Doria disputaram o segundo turno, quando o tucano foi eleito.

Nas eleições municipais, França foi candidato e perdeu para Bruno Covas, apadrinhado por Doria.