Mercado abrirá em 5 h 38 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,53
    +0,06 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.892,40
    +1,70 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    22.620,76
    -611,81 (-2,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    521,08
    -15,81 (-2,94%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.542,84
    +259,32 (+1,22%)
     
  • NIKKEI

    27.584,35
    -22,11 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    12.589,50
    +44,25 (+0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5800
    +0,0126 (+0,23%)
     

Marchiori assume como presidente interino da VLI; Táscon será diretora comercial

SÃO PAULO (Reuters) - Fábio Marchiori assume a partir de segunda-feira interinamente o cargo de diretor-presidente da companhia de logística VLI, em substituição a Ernesto Pousada, que liderou a companhia pelos últimos três anos, disse a empresa nesta sexta-feira.

O executivo, que vinha atuando como diretor Financeiro, de Supply Chain e Serviços da VLI, tem experiência em companhias nacionais e multinacionais, tendo trabalhado em empresas como Unilever, Grupo Fleury, Mondelez International e Avon/Natura.

A VLI atende clientes de diversos setores como agronegócio, mineração, siderurgia, construção civil e combustíveis, entre outros.

Também na segunda-feira, Carolina Hernandez Táscon assume o cargo de diretora-executiva comercial (CCO) da VLI. Ela possui sólida experiência em multinacionais do agronegócio, como Archer Daniels Midland, Noble Group e COFCO International.

"Carolina torna-se assim a primeira mulher neste cargo na VLI e, com a sua chegada, a diretoria-executiva da companhia passa a ser composta em proporções iguais por homens e mulheres", disse a VLI.

O movimento "reforça o compromisso com as metas de equidade de gênero da VLI, que tem como objetivo alcançar 30% de mulheres em cargos de alta liderança, a partir de gerência, até 2025".

(Por Roberto Samora)