Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.458,96
    -10,75 (-0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Marca de iogurte oferece mais de R$ 200 mil para quem aceitar trabalhar na Islândia

Executivo também terá que documentar seu tempo explorando a aurora boreal, cachoeiras, geleiras e outras maravilhas naturais da Islândia (Getty Creative)
Executivo também terá que documentar seu tempo explorando a aurora boreal, cachoeiras, geleiras e outras maravilhas naturais da Islândia (Getty Creative)
  • Empresa de laticínios oferecerá 262 mil para o selecionado se mudar para a Islândia;

  • Trabalho inclui criação de conteúdo para as mídias sociais da empresa e sugestões de novos sabores de iogurte;

  • Interessados precisam ter um passaporte válido e boas habilidades de escrita e fotografia.

A Siggi's, empresa de laticínios que produz iogurte no estilo islandês, abriu uma vaga de emprego que para muitos pode ser considerada uma verdadeira realização: um cargo de executivo, jornada de quatro dias por semana e o selecionado ainda receberá US$ 50 mil (ou R$ 262 mil) para se mudar para a Islândia.

No comunicado da vaga, a empresa escreveu que "os últimos anos encorajaram as pessoas a redefinir o que elas mais valorizam" e que "essa mudança de cultura está enraizada na ideia de liberdade e flexibilidade. Como resultado, muitos estão buscando um modo de vida mais simples, incluindo sair das grandes cidades ou priorizar o trabalho remoto".

Segundo o portal Insider, o selecionado, que exercerá o cargo com o nome de "Chief Simplicity Offi-skyr", "criará conteúdo para as mídias sociais da empresa, sugerirá novos sabores de iogurte inspirados na cozinha tradicional islandesa e documentará seu tempo explorando a aurora boreal, cachoeiras, geleiras e outras maravilhas naturais da Islândia".

Para se candidatar ao posto, os interessados devem ter um passaporte válido, boas habilidades de escrita e fotografia e "desejo de viver uma vida simples".

Trabalho dos sonhos

A Deel, empresa de contratações de funcionários internacionais, está buscando um trabalhador para a vaga de "social media nômade". O funcionário terá de viajar em uma van mobiliada para habitar pela Austrália e Nova Zelândia por seis meses, criando conteúdo turístico sobre os destinos que irá visitar e compartilhando seu dia a dia como um nômade digital.

Para melhorar, além de ganhar a van totalmente equipada para seu uso e ter seu custos de viagem, refeições, combustível, estacionamento, vistos e transferências pagos, o viajante profissional irá receber um salário mensal de US$ 3.400 (aproximadamente R$ 17 mil).

Contudo, não é todo mundo que poderá se inscrever. A oportunidade é destinada para profissionais com mais de três anos de experiência como criadores de conteúdo para redes sociais ou embaixadores de marcas, e é preciso saber escrever e falar em inglês. Como o profissional irá viver em uma van, é necessário também ter uma carteira de motorista com validade até outubro de 2023 e um passaporte válido.