Mercado fechado

Marca cria móveis a partir de redes de pesca perdidas no mar

Marca desenvolveu pufes para jardins feitos com materiais reaproveitados (Getty Image)
Marca desenvolveu pufes para jardins feitos com materiais reaproveitados (Getty Image)
  • Projeto Tamar realizou parceria com uma marca de lifestyle outdoor

  • A ideia é transformar redes de pesca abandonadas em móveis

  • 5% do faturamento será destinado para organização que cuida de tartarugas

Já parou para pensar quanto material fica perdido no oceano após a realização de pescas? Pensando nisso, a Eco Flame Garden, marca de lifestyle outdoor, se juntou ao projeto Tamar para desenvolver uma linha de móveis confeccionados a partir de redes de pescas abandonadas no mar.

As redes, que são prejudiciais para a vida marinha, viram pufes para jardins feitos com materiais reaproveitados. O insumo, que corresponde a mais de 85% do lixo nos oceanos, de acordo com o Greenpeace, vira enchimento para os assentos dos móveis.

Para produzir os objetos, ONGs parceiras retiram as redes do mar e trituram o material para fazer o enchimento dos pufes. Além de ajudar na despoluição, 5% do faturamento é destinado ao Projeto Tamar, que cuida de tartarugas, que são alguns dos animais mais afetados pela poluição.

“Com essa linha nova, quem comprar nosso pufe, comprará também um projeto”, afirma Rubens Stuque, fundador da Eco Flame Garden. “Nosso objetivo é que um dia a gente não precise dessa linha. Mas como a realidade dos mares é bem mais dura, é preciso inspirar e conscientizar outras pessoas pela preservação do meio ambiente”.

Especializada na na montagem de lounges outdoor, e na decoração de ambientes externos, a marca também será a responsável pela revitalização de áreas ao ar livre pertencentes ao Tamar. De acordo com a empresa, os visitantes e turistas poderão vivenciar uma verdadeira experiência outdoor por meio dos produtos, além de ajudarem na preservação da vida marítima.