Mercado fechará em 4 h 31 min
  • BOVESPA

    112.840,46
    +1.656,51 (+1,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.274,03
    -103,44 (-0,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,67
    +1,39 (+2,27%)
     
  • OURO

    1.707,60
    -8,20 (-0,48%)
     
  • BTC-USD

    49.160,55
    -1.747,58 (-3,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    986,27
    -0,94 (-0,10%)
     
  • S&P500

    3.807,94
    -11,78 (-0,31%)
     
  • DOW JONES

    31.255,59
    -14,50 (-0,05%)
     
  • FTSE

    6.623,94
    -51,53 (-0,77%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.526,25
    -155,50 (-1,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    -0,0204 (-0,30%)
     

Maps se integra ao Google Pay e agora permite pagar passagem de ônibus pelo app

Ramon de Souza
·2 minuto de leitura

Se métodos de pagamento contactless (ou seja, à distância, sem contato físico) eram um simples luxo até 2019, eles se tornaram uma verdadeira necessidade desde o início da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2). Ninguém mais quer pegar cédulas nas mãos ou apertar os botões de uma maquininha de cartões de crédito, o que abre ainda mais espaço para soluções como o Google Pay se tornarem ainda mais populares.

Pois bem: o Google resolveu, nesta quarta-feira (17), anunciar uma novidade bem legal que mescla o Google Maps com a plataforma Pay. A partir de agora, você poderá usar o serviço de geolocalização para pagar antecipadamente tarifas de transporte público (ônibus, trens ou metrôs) e até mesmo adquirir créditos em parquímetros — tudo digitalmente, sem contato físico e sem a necessidade de abrir outro aplicativo.

Para usufruir do recurso, naturalmente, é necessário ter um cartão de crédito ou débito em sua carteira digital do Pay. No caso dos transportes públicos, ao projetar uma rota para o seu destino através do Maps, ele automaticamente mostrará o quanto você gastará durante o trajeto e permitirá o pagamento antecipado das tarifas. Caso seja necessário passar por alguma catraca, basta aproximar o celular e transferir o valor via comunicação por proximidade NFC.

<em>Imagem: Divulgação/Google</em>
Imagem: Divulgação/Google

Já para os motoristas de plantão ficou muito mais fácil estacionar em vagas públicas. Em vez de colocar suas mãos naqueles parquímetros de higiene questionável, basta abrir o Maps, informar o número da zona de estacionamento, especificar quanto tempo ficará parado e pagar imediatamente pelos seus cartões. Precisa esticar seu estacionamento? Sem problemas — é possível adquirir mais tempo remotamente através do aplicativo.

<em>Imagem: Divulgação/Google</em>
Imagem: Divulgação/Google

Obviamente, todas essas novidades incríveis estão sendo disponibilizadas inicialmente apenas nos Estados Unidos (mais de 400 cidades, incluindo Nova York, Los Angeles e Washington D.C.) e para dispositivos Android. Donos de iOS ganharão o recurso em breve, e o Google garante que, nas próximas semanas, o pagamento de tarifas de transporte de trânsito será disponibilizado “para 80 agências globalmente”. Rezemos para que o Brasil entre na moda.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: