Manufaturados e básicos puxaram alta das exportações

Com apenas seis dias úteis, a média diária das exportações brasileiras registrou crescimento de 11,6% neste mês de novembro em relação à média diária de novembro de 2011 (US$ 1,089 bilhão). Segundo números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), divulgados nesta segunda-feira, as categorias de manufaturados e de produtos básicos puxaram a alta, com incremento de 30,8% e 5,5%, respectivamente. Já os embarques de produtos semimanufaturados caíram 9,4%.

Nas exportações de manufaturados, houve aumento das vendas de plataforma de perfuração e exploração de petróleo, aviões, laminados planos, óleos combustíveis, açúcar refinado, suco de laranja não congelado, medicamentos e veículos de carga. Nos básicos, o crescimento se deu, principalmente, por causa dos embarques de milho em grão, carne suína e bovina, fumo em folhas, petróleo e algodão em bruto.

Por outro lado, caíram as vendas externas de semimanufaturados, como ferro fundido, ouro em forma semimanufaturada, semimanufaturados de ferro e aço, alumínio em bruto e óleo de soja em bruto. Nas importações, a média diária deste mês, de US$ 1,067 bilhão, ficou 0,6% acima da média de novembro de 2011 (US$ 1,060 bilhão), Cresceram as importações principalmente de químicos orgânicos e inorgânicos (+30,7%), combustíveis e lubrificantes (+17,5%), instrumentos de ótica e precisão (+9,5%), plásticos e obras (+5,2%) e cereais e produtos de moagem (+3,1%).

Como houve apenas um dia útil na primeira semana de novembro, o MDIC deixou para esta segunda-feira a divulgação das duas primeiras semanas deste mês, que vão de 1 a 11 de novembro.

Carregando...