Mantega defende mais crédito para inadimplência cair

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, avalia que o nível de spread bancário não é mais o obstáculo à tomada de crédito no País. Ele acredita que o problema atual é o volume de empréstimo oferecido pelos bancos. "O spread tem que continuar caindo. Ele vem gradualmente caindo, mas hoje não é o spread o obstáculo. O que está faltando é volume de crédito", afirmou a jornalistas na noite desta quarta-feira.

"Se aumentar o volume (de crédito), melhora a economia e cai a inadimplência. Esta é que é a questão. Chega uma hora em que a inadimplência, para cair, precisa de mais crédito. O cidadão que pegou um empréstimo, depois ficou sem crédito para poder pagar a conta. Porque é assim: o tomador paga o crédito tomando novo empréstimo, isso se chama rolagem", disse Mantega.

Segundo ele, o spread atual é bem menor do que era no passado e caiu de 10 a 11 pontos porcentuais, dependendo da modalidade.

O ministro disse que, ao final de 2012, houve uma pequena melhoria na oferta, com um aumento de crédito para pessoa física e jurídica. "Ao mesmo tempo, houve uma diminuição da inadimplência, que é um ponto que os bancos receiam, então a inadimplência também deu uma melhorada. A perspectiva dos bancos é que 2013 vai ser melhor."

Carregando...