Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.005,22
    +758,07 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.289,91
    +895,88 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,00
    -0,21 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.838,10
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    30.437,20
    +1.593,41 (+5,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    678,15
    +25,92 (+3,97%)
     
  • S&P500

    3.900,79
    -22,89 (-0,58%)
     
  • DOW JONES

    31.253,13
    -236,94 (-0,75%)
     
  • FTSE

    7.302,74
    -135,35 (-1,82%)
     
  • HANG SENG

    20.500,15
    +379,47 (+1,89%)
     
  • NIKKEI

    26.649,88
    +247,04 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.997,75
    +119,50 (+1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1721
    -0,0467 (-0,89%)
     

Mansão de R$ 300 milhões em Miami pode bater recorde se for vendida em bitcoin

Mansão de R$ 300 milhões em Miami pode bater recorde caso seja vendida por bitcoin. Foto: Jeffrey Greenberg/Education Images/Universal Images Group via Getty Images.
Mansão de R$ 300 milhões em Miami pode bater recorde caso seja vendida por bitcoin. Foto: Jeffrey Greenberg/Education Images/Universal Images Group via Getty Images.
  • Nos Estados Unidos, mansão chega ao mercado por US$ 59 milhões e aceita pagamento em bitcoin;

  • O recorde atual de uma compra residencial por criptomoedas nos EUA pertence a uma cobertura na Flórida;

  • Em 2020, a residência da foi vendida por US$ 22,5 milhões.

A mansão do número 37 da Indian Creek Island Road, localizada na baía de Biscayne, na parte de trás de Miami Beach, no estado da Flórida, chega ao mercado imobiliário nesta semana por US$ 59 milhões, quase R$ 300 milhões na cotação atual, e está aceitando bitcoin como forma de pagamento.

Caso um comprador adquira a residência por meio da criptomoeda, a propriedade se tornará a mais cara já negociada por esse meio de pagamento.

O recorde atual de uma compra de residência no país com criptomoedas pertence a uma cobertura no complexo de condomínio Arte Surfside, também localizado na Flórida, que foi negociada por US$ 22,5 milhões, cerca de R$ 115 milhões, em 2020.

Leia também:

A mansão

Ainda em construção, a propriedade vem sendo desenvolvida pelo promotor imobiliário norte-americano Todd Michael Glaser e outros três sócios.

O grupo alega que a ideia é substituir a residência de 1987 por algo mais condizente com um ‘bilionário moderno de bitcoin’.

Sobre a aceitação do pagamento em bitcoin como forma de pagamento pela propriedade, Glaser diz: “Se a Gucci aceita bitcoin, então Todd Michael Glaser também.”

Juntos, os quatros adquiriram a mansão do apresentador de televisão chileno Mario Luis Kreutzberger Blumenfeld, conhecido pela alcunha de ‘Don Francisco’, por US$ 24 milhões, cerca de R$ 123 milhões.

A região, que é conhecida como o ‘bunker dos bilionários’, é considerada a área mais exclusiva, segura e com a maior quantidade de celebridades do país. O local é considerado um dos endereços mais cobiçados nos Estados Unidos.

Foto: Divulgação/KKAID/Kobi Karp
Foto: Divulgação/KKAID/Kobi Karp

A mansão desenvolvida por Glaser tem quase 1,5 mil metros quadrados de vidro, madeira e concreto, dentro um terreno de 5 mil metros quadrados. A arquitetura e interiores são do arquiteto israelense Kobi Karp.

Foto: Divulgação/KKAID/Kobi Karp
Foto: Divulgação/KKAID/Kobi Karp

O piso principal, que terá 3,5 metros de altura, abrigará uma sala social, uma sala de mídia, cozinha, academia completa e estúdio de exercícios.

Já o quintal à beira-mar, que tem 40 metros até a baía, contará com uma doca para iates, um largo deck e uma piscina de borda infinita.

*As informações são da Forbes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos