Mercado fechado

"Mank", "Os 7 de Chicago", "The Crown": o favoritismo da Netflix no Globo de Ouro

Rafael Monteiro
·2 minuto de leitura
 "Mank", "Os 7 de Chicago", "The Crown": sucessos da Netflix dominam lista de indicados do Globo de Ouro (reprodução)
"Mank", "Os 7 de Chicago", "The Crown": sucessos da Netflix dominam lista de indicados do Globo de Ouro (reprodução)

Com a pandemia do novo coronavírus, o meio do cinema e da TV precisou se render quase totalmente ao streaming. Com o anúncio dos indicados ao Globo de Ouro nesta quarta-feira (3), ficou claro quem se deu melhor com isso: a Netflix.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O serviço de streaming conseguiu 22 indicações nas categorias de cinema e outras 20 nos prêmios dedicados à TV, abrindo muita margem para as suas concorrentes. Praticamente todos os destaque da programação da empresa foram lembradas.

Leia também:

Em cinema, "Mank", de David Fincher desponta como um dos grandes favoritos da premiação, com seis indicações, incluindo o de Melhor Filme (Drama). Outra produção original Netflix vem logo atrás, "Os 7 de Chicago", de Aaron Sorkin, com cinco indicações.

Na TV, quem domina as categorias é a série "The Crown", com seis indicações. Além dela, "Ozark" e "Ratched" (três indicações), "Emily em Paris" e "O Gambito da Rainha" (duas) e "Nada Ortodoxa" e "Hollywood" não passaram batido.

A larga vantagem da Netflix sobre as concorrentes

Emily em Paris (Foto: Divulgação)
Emily em Paris (Foto: Divulgação)

Os resultados da empresa no Globo de Ouro mostram que a Netflix soube aproveitar um cenário em que já dominava. Produzindo há anos para pessoas que não desejavam se locomover além do sofá da sala, a empresa reinou na pandemia.

A supremacia é tão grande que acaba ofuscando resultados dos concorrentes. O conglomerado WarnerMedia, unindo indicações do canal tradicional HBO e do serviço novato HBO Max, ficou em segundo lugar, com 13 indicações.

Com "Borat: Fita de Cinema Seguinte", "Uma Noite em Miami" e "O Som do Silêncio", a Amazon surge logo atrás, conquistando 10 indicações, o mesmo número do Hulu. Resultados satisfatórios que parecem pequenos diante do êxito da líder do streaming.

As indicações, porém, ainda deixam uma pulga atrás da orelha por causa do retrospecto recente da Netflix na premiação. No ano passado, a empresa também liderou em indicações (34, na ocasião), mas só conseguiu duas estatuetas.

Uma das tantas premiações conhecidas como termômetros do Oscar, a cerimônia do Globo de Ouro será exibida mundialmente no dia 28 de fevereiro, com apresentação virtual de Tina Fey e Amy Poehler, cada uma em sua casa.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube