Mercado abrirá em 1 h 43 min
  • BOVESPA

    120.705,91
    +995,88 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.829,31
    +80,90 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,62
    +0,80 (+1,25%)
     
  • OURO

    1.836,60
    +12,60 (+0,69%)
     
  • BTC-USD

    50.781,83
    +1.558,90 (+3,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.409,88
    +21,97 (+1,58%)
     
  • S&P500

    4.112,50
    +49,46 (+1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.021,45
    +433,79 (+1,29%)
     
  • FTSE

    7.011,50
    +48,17 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.240,75
    +140,50 (+1,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4325
    +0,0200 (+0,31%)
     

Manifestantes fazem protesto contra medidas restritivas em Niterói

Flavio Trindade e Giovanni Mourão
·2 minuto de leitura

NITERÓI — Um grupo de pessoas realizou um protesto, na manhã deste domingo, na orla de Icaraí, contra as medidas de restrição adotadas pela prefeitura de Niterói e em apoio ao governo federal. Em determinado momento, os manifestantes, aglomerados, entraram na faixa de areia e investiram contra guardas municipais que faziam a fiscalização da praia.

Desrespeitando o decreto municipal em vigor, os manifestantes se concentraram na Avenida Jornalista Alberto Francisco Torres, na altura da Paróquia de São Judas Tadeu. Com bandeiras do Brasil e caixas de som, eles protestavam na avenida e no calçadão contra o recrudescimento das medidas de isolamento feito pelo governo municipal no sábado.

Conforme decreto municipal em vigor, somente a prática de atividades físicas individuais estão permitidas nas praias, desde que não gere aglomerações, e somente entre 6h e 10h e a partir das 18h.

Por volta das 10h, agentes da guarda passavam pela faixa de areia para advertir quem estava no local quando os manifestantes passaram a xingar os agentes e depois avançaram contra os mesmos com gritos de ordem e ameaças. Os guardas municipais permaneceram no local, mas em menor número, diante do avanço de mais pessoas se retiraram da praia.

A prefeitura de Niterói ainda não respondeu se identificou os responsáveis pelo ato e se tomou ou tomará providências para punir os manifestantes diante do descumprimento das regras sanitárias em vigor.

O que pode e o que não pode

As medidas de restrição para prevenção do coronavírus, que venceriam neste domingo, permanecem em vigor até o dia 18. O decreto de prorrogação foi publicado no Diário Oficial deste sábado (10).

Continuam suspensos o funcionamento de boates, museus, bibliotecas, cinemas, teatros, salões de beleza, barbearias, clubes, quiosques e academias. O banho de sol e de mar nas praias também segue proibido, sendo permitidas apenas a prática de atividades físicas individuais, tanto na água quanto na areia.

Como na última semana, lanchonetes, cafeterias e restaurantes só podem abrir para atendimento ao público entre quinta-feira e domingo. Lanchonetes e cafeterias, das 8h às 20h, com taxa de ocupação de 30%; restaurantes, das 11h às 21h, com ocupação de 50%.

Aulas presenciais permanecem permitidas apenas para a rede de educação infantil. No Ensino Fundamental, Médio e Superior, apenas aulas remotas estão autorizadas.