Mercado fechará em 3 h 43 min
  • BOVESPA

    108.837,57
    +1.458,65 (+1,36%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.696,07
    +428,87 (+1,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,74
    +1,68 (+3,90%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -35,70 (-1,94%)
     
  • BTC-USD

    19.337,27
    +885,30 (+4,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,80
    +11,05 (+2,99%)
     
  • S&P500

    3.610,05
    +32,46 (+0,91%)
     
  • DOW JONES

    29.965,46
    +374,19 (+1,26%)
     
  • FTSE

    6.419,71
    +85,87 (+1,36%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    11.926,00
    +20,75 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4022
    -0,0381 (-0,59%)
     

Manifestação contra restrições para conter coronavírus termina em confrontos em Barcelona

·2 minuto de leitura
Agentes da polícia regional catalã avançam em meio a fogo provocado por manifestantes

Manifestação contra restrições para conter coronavírus termina em confrontos em Barcelona

Agentes da polícia regional catalã avançam em meio a fogo provocado por manifestantes

Uma manifestação em Barcelona contra as restrições para conter a covid-19 terminou na noite desta sexta-feira em confrontos entre manifestantes e a polícia regional da Catalunha.

Os incidentes ocorreram durante um protesto que reuniu centenas de pessoas no centro da capital catalã (nordeste da Espanha) contra o toque de recolher a partir das dez horas da noite e a adoção de um confinamento perimetral, que impede a saída do cidade durante o fim de semana.

Um porta-voz da Mossos d'Esquadra (polícia regional) explicou à AFP que cerca de 700 pessoas participaram na manifestação e que cerca de 50 "começaram a atirar objetos" contra o batalhão de choque, que respondeu com o uso de cassetetes. 

Os manifestantes lançaram objetos, incluindo cercas de proteção, e queimaram contêineres. Doze pessoas, entre elas dois menores, foram pesas, informou a polícia pouco antes das 23h locais. Vinte agentes ficaram feridos.

A cidade de Burgos também foi cenário de confrontos entre dezenas de jovens manifestantes e a polícia.

Mais de 35.000 pessoas morreram de covid-19 e mais de 1,1 milhão foram infectadas na Espanha, que adotou confinamento estrito no primeiro semestre e onde as inúmeras restrições impostas desde julho não foram suficientes para evitar a segunda onda que atinge o país. 

No país, cinco regiões - incluindo Madri - ordenaram esta semana o fechamento perimetral do território (não se pode nem entrar, nem sair), e os deputados aprovaram a prorrogação do estado de alarme por seis meses. 

A Catalunha é uma das regiões a adotar as medidas mais rígidas e desde meados de outubro fechou bares e restaurantes. 

Os catalães tampouco podem deixar seus municípios de residência durante o fim de semana, e a polícia regional efetuou controles nesta sexta-feira nas entradas de Barcelona para fazer cumprir esta medida. 

bur-hmw/lc/eb/gma/bn/mvv/lb