Mercado fechará em 1 min

The Mandalorian surpreende até os maiores fãs de Star Wars

Rafael Rodrigues da Silva

ATENÇÃO: Esta matéria contém spoilers da série The Mandalorian

The Mandalorian estreou nesta terça-feira (12) junto com a chegada do Disney+ e, como prometido, a primeira série live-action canônica de Star Wars trouxe algumas surpresas inesperadas pelos fãs da saga, terminando seu primeiro episódio de uma forma que ninguém imaginava: introduzindo à narrativa um “bebê Yoda”.

No primeiro episódio da série somos introduzidos ao “Mandalorian” do título, um caçador de recompensas originário do mesmo planeta de Boba Fett e que, por isso, utiliza uma armadura parecida com a do personagem que apareceu em O Império Contra Ataca e O Retorno de Jedi. Esse caçador (interpretado por Pedro Pascal) foi contratado por um grupo de pessoas associados ao Império para eliminar um alvo específico e, ao chegar no local, descobre que o alvo que deve eliminar é um bebê da mesma raça do antigo mestre Jedi conhecido como Yoda.

E, como não poderia deixar de ser, a internet rapidamente se apaixonou pelo personagem, que todo mundo mal conhece mas já considera pacas.



Como esperado, o Mandalorian não mata o bebê, e provavelmente a proteção dele será o fio condutor de toda a trama da série, mas uma coisa que temos certeza é que o “bebê Yoda” não se trata, exatamente, do antigo mestre Jedi quando ainda era bebê. Isso porque a série se passa cinco anos após os eventos de O Retorno de Jedi, onde (spoilers para o filme de 1983!) Yoda morre.

Mesmo não se tratando exatamente de Yoda, a presença do bebê é importante não apenas porque ele é extremamente fofinho, mas para o que significa na continuação da série: apesar de ser um dos personagens mais importantes e poderosos de toda a história de Star Wars, a raça alienígena à qual Yoda pertence é um dos maiores mistérios da franquia, e ela nunca foi sequer nomeada. Mesmo o Star Wars Databank, site que é uma “Wikipédia” oficial do universo Star Wars, cita que a raça alienígena à qual Yoda pertence é desconhecida. Então, a presença de um bebê desta raça pode indicar que finalmente saberemos mais sobre os “homenzinhos verdes” da franquia.

Outra possibilidade é que esse bebê seja um clone do próprio mestre Yoda, e que por isso ele estaria sendo perseguido pelos Sith. Essa teoria foi criada porque é revelado que o bebê tem 50 anos de idade, que coincidiria com a época que os Sith começaram suas experiências com clones que culminaram na criação do exército de stormtroopers — o que nos é apresentado em Ataque dos Clones.

Por enquanto, tudo o que sabemos sobre o bebê é que ele é fofo e não deve ser o mestre Yoda, e todo o resto não passam de teorias que deverão ser explicadas nos próximos episódios da série. Novos episódios de The Mandalorian serão disponibilizados semanalmente no Disney+ às terças-feira, então fiquem ligados que nas próximas semanas deveremos ter várias novidades sobre o bebê Yoda.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: