Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,69
    +0,08 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.752,90
    -3,80 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    47.641,49
    -394,53 (-0,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.209,85
    -23,43 (-1,90%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.504,00
    -13,75 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2016
    +0,0056 (+0,09%)
     

Malu Nachreiner, agrônoma formada na Esalq, será presidente da Bayer no Brasil

·1 minuto de leitura
Sede da Bayer no Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - A multinacional alemã Bayer anunciou nesta quarta-feira que a executiva Malu Nachreiner assumirá o cargo de presidente do grupo no Brasil a partir de novembro, tornando-se a primeira mulher a comandar as operações da empresa no país.

Nachreiner, atual líder da divisão agrícola da companhia, substituirá o espanhol Marc Reichardt, que vai se aposentar após 36 anos na Bayer --os últimos três chefiando a empresa no Brasil. Ela acumulará os cargos de presidente e líder da divisão agrícola, segundo a Bayer.

"É uma honra e um ótimo desafio receber a missão de estar à frente da Bayer no Brasil, um dos maiores mercados no mundo em termos de relevância para a Bayer", disse Nachreiner em nota.

"Ao completar 125 anos no país, a empresa vive um momento muito especial de transformação cultural."

De acordo com a Bayer, o principal foco do trabalho de Nachreiner estará na colaboração, inovação e sustentabilidade, além da ampliação de sinergias entre as três divisões de negócios da empresa no país (Crop Science, Consumer Health e Pharmaceuticals).

Malu Nachreiner é agrônoma formada pela Esalq/USP e possui MBA pela Universidade de Pittsburgh. Ela iniciou sua carreira na Bayer como estagiária há 18 anos e, antes de liderar a divisão de Crop Science no Brasil, ocupou cargos nas áreas de Vendas, Marketing e Gerenciamento de Produto.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos