Mercado fechado
  • BOVESPA

    99.621,58
    -969,83 (-0,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.061,61
    -373,84 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,73
    -0,05 (-0,05%)
     
  • OURO

    1.819,80
    +2,30 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    20.026,36
    -302,74 (-1,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    429,66
    -10,00 (-2,28%)
     
  • S&P500

    3.818,83
    -2,72 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    31.029,31
    +82,32 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.312,32
    -11,09 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    21.917,45
    -79,44 (-0,36%)
     
  • NIKKEI

    26.593,41
    -211,19 (-0,79%)
     
  • NASDAQ

    11.647,00
    -44,00 (-0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4302
    +0,0196 (+0,36%)
     

Malpass defende histórico do Banco Mundial em mudanças climáticas

Presidente do Banco Mundial, David Malpass

WASHINGTON (Reuters) - O presidente do Banco Mundial, David Malpass, defendeu na terça-feira o trabalho do banco sobre as mudanças climáticas e disse que autoridade do Tesouro dos Estados Unidos foram "esmagadoramente" favoráveis ao banco e seus funcionários de forma pública e privada nos últimos meses.

Malpass reagiu a uma notícia no fim de semana no Financial Times que dizia que a liderança do Banco Mundial estava sob ataque do governo norte-americano para intensificar seus esforços de mudança climática, dizendo que o artigo se baseava em informações desatualizadas.

"É baseado em uma carta enviada ao Banco Mundial por um secretário adjunto do Tesouro dos EUA, mas foi enviada em março, portanto é uma notícia realmente antiga. E desde então, as autoridades do Tesouro têm dado um apoio esmagador ao Banco Mundial e ao pessoal do banco, tanto de forma pública quanto privada", disse ele a repórteres.

Malpass fez os comentários durante conferência de imprensa sobre a nova previsão econômica global do banco, expressando sua frustração com o artigo do FT e dizendo que "não faz sentido".

Ele disse que os gastos climáticos do Banco Mundial cresceram rapidamente e que agora estão em um nível recorde.

(Reportagem de Andrea Shalal)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos