Mercado fechado

Maju Coutinho e Globo são processados por auxiliar de produção; ele pede R$ 800 mil

Lucas Pasin
·1 minuto de leitura

Maju Coutinho e a Rede Globo estão sendo processados por um auxiliar de produção por danos morais e materiais. As informações foram publicadas pelo jornal 'Folha de S.Paulo'.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Kaique Batista foi um dos quatro acusados de promover ataques racistas contra Maju. Porém, ele foi absolvido no processo por insuficiência de provas e pediu R$ 782.210,51 como reparação pela exposição de sua imagem no caso.

Leia também

O processo cita uma reportagem de dezembro de 2015, quando a polícia e a promotoria foram até a casa de acusados e apreenderam celulares e computadores.

“Com essa barbárie, a Rede Globo e a corré Maria Julia destruíram a vida de um ser humano [..] Fizeram com que ele fosse execrado pela opinião pública, sua casa foi apedrejada, para não morrer teve que mudar de casa, e pagar aluguel, desempregado, e com problemas psicológicos, sofreu tudo o que não devia ter ocorrido, e diante disso, se espera que seja feita a Justiça", diz o processo, segundo o jornal.

Maria Júlia Coutinho (Globo/Fábio Rocha)
Maria Júlia Coutinho (Globo/Fábio Rocha)