Mercado abrirá em 5 h 32 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,64
    +1,24 (+1,10%)
     
  • OURO

    1.810,60
    -8,30 (-0,46%)
     
  • BTC-USD

    29.794,74
    -568,12 (-1,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    669,17
    +426,49 (+175,74%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.507,14
    -11,21 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    20.563,47
    -39,05 (-0,19%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    12.486,25
    -74,00 (-0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1983
    -0,0121 (-0,23%)
     

Mais uma intensa tempestade solar produz apagão de rádio em partes do globo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Uma mancha solar produziu uma intensa tempestade solar na manhã do dia 30 de abril, classificada como uma erupção de classe X1.1, a mais intensa. Embora a Terra não estivesse em sua direção, o fenômeno produziu um apagão de rádio de ondas curtas no meio do Atlântico e em grande parte da Europa.

Não é a primeira vez que a mancha solar AR2994 (sigla para “Active Region 2994”) produz uma tempestade intensa nas últimas semanas. A mais recente foi observada pelo Solar Dynamics Observatory da NASA, que capturou o fenômeno em diferentes comprimentos de luz.

O astrônomo Tony Phillips explicou que a mancha solar estava escondida na extremidade noroeste do Sol, mas a explosão afetou sinais de rádio em parte do Atlântico e Europa por cerca de uma hora. A tempestade começou por volta 10h37 (horário de Brasília) e atingiu sua máxima intensidade 10 minutos depois.

A erupção também aconteceu no mesmo dia do primeiro eclipse solar parcial de 2022, observado em partes da América do Sul, ao sul do Oceano Pacífico e na Antártida. Phillips acrescentou que provavelmente a tempestade produziu uma ejeção de massa coronal (CME) de partículas carregadas. No entanto, como a mancha AR2994 estava fora da direção da Terra, tais partículas provavelmente não atingirão o planeta.

Tempestades solares de classe A, B e C são as mais fracas, enquanto as de classe M são de intensidade moderada — mas o suficiente para produzir as auroras os polos terrestres. Já as de classe X são as mais poderosas que o Sol pode produzir. Quando essas erupções são voltadas em direção à Terra, elas podem afetar satélites, estações de energia e rádio e até mesmo os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS).

Tempestade solar registrada em 30 de abril (Imagem: Reprodução/NASA/SDO)
Tempestade solar registrada em 30 de abril (Imagem: Reprodução/NASA/SDO)

Cada uma das classes de tempestade solar é dividida em nove intensidades, exceto a classe X, que não tem um limite. A tempestade mais intensa já registrada ocorreu em 2003, e foi identificada como classe X.28 antes de sobrecarregar os aparelhos que a monitoravam.

Vale lembrar que o Sol está rumando para o auge do Ciclo Solar 25, um período de atividade que se intensifica a cada 11 anos. Portanto, certamente mais manchas e tempestades solares acontecerão até nosso astro se acalmar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos