Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.968,69
    +519,59 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Mais duas empresas são habilitadas para licitação da cessão onerosa

·1 min de leitura

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou hoje (10) os nomes de mais duas empresas habilitadas para a Segunda Rodada de Licitações dos Volumes Excedentes da Cessão Onerosa: Petrobras e Shell Brasil Petróleo SA.

Ambas foram aprovadas ontem (9) em reunião da Comissão Especial de Licitação. No total, são dez empresas aptas para a licitação até o momento, já que Chevron Brasil Óleo e Gás Ltda, Ecopetrol Óleo e Gás do Brasil Ltda, Enauta Energia S.A., Equinor Brasil Energia Ltda, Exxonmobil Exploração Brasil Ltda, Petrogal Brasil S.A., Petronas Petróleo Brasil Ltda. e Totalenergies E&P Brasil Ltda. já haviam sido aprovadas no início do mês.

Prevista para o dia 17 de dezembro, a segunda rodada vai ofertar as áreas de Sépia e Atapu, ambas inseridas dentro dos limites do polígono do pré-sal, com a participação obrigatória da Petrobras como operadora, com 30% para ambas as áreas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos