Mercado abrirá em 1 h 16 min
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,89
    -1,60 (-1,45%)
     
  • OURO

    1.798,90
    -9,30 (-0,51%)
     
  • BTC-USD

    30.020,29
    -124,85 (-0,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    672,50
    -8,60 (-1,26%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.417,48
    -0,67 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    +51,44 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.547,05
    +119,40 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    12.313,00
    -69,75 (-0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2789
    +0,0198 (+0,38%)
     

Mais dois asteroides se aproximarão da Terra nos próximos dias

Os asteroides 2009 JF1 e 2006 JF42 atingirão sua aproximação máxima com a Terra, respectivamente, nesta sexta-feira (6) e no domingo (8). Mas fique tranquilo: segundo a NASA nenhum deles coloca nosso planeta em risco.

No dia 27 de abril, o asteroide 418135 (2008 AG33) atingiu seu ponto mais próximo da Terra, passando a uma distância média de 3,24 milhões de quilômetros — cerca de 3,84 vezes a distância média entre a Terra e a Lua. As próximas rochas espaciais passarão tranquilamente da mesma maneira.

Não há nenhuma chance de um impacto de asteroide pelos próximos 100 anos (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)
Não há nenhuma chance de um impacto de asteroide pelos próximos 100 anos (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)

Até pouco tempo, o asteroide 2009 JF1 estava no “top 10” de risco da Agência Espacial Europeia (ESA), com probabilidade de impacto no próximo dia 6. No entanto, como o asteroide só tem 10 metros de diâmetro, ele foi desclassificado como perigoso. Além disso, novas observações atualizaram as chances de impacto para 1 em cada 1,7 bilhão.

Enquanto isso, o asteroide 2006 JF42, previsto para o próximo domingo, é bem maior. Com um tamanho estimado entre 380 a 860 metros, o 2006 JF42 passará a uma distância segura de 5,7 milhões de quilômetros — ou mais de 14 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

O que é um asteroide potencialmente perigoso?

O Escritório de Coordenação de Defesa Planetária do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da NASA, monitora todos os asteroides com o auxílio de uma rede de telescópios. Além disso, o JPL usa estatísticas para prever a posição desses objetos, revisando-as à medida que novas informações são obtidas.

A NASA também mantém uma lista com asteroides que exigem mais atenção por existir uma chance de impacto, mesmo que pequena e estaticamente improvável. No ano passado, o asteroide Apophis foi removido dessa lista porque novas observações mostraram que ele não representa ameaça pelos próximos 100 anos.

É classificado como Objeto Potencialmente Perigoso (PHO) qualquer objeto espacial que, em sua aproximação máxima, esteja a 19,5 vezes a distância entre Terra e Lua, o equivalente a 7,5 milhões de quilômetros e tenha um tamanho aproximado de ao menos 150 metros, independente do risco de impacto.

Atual posição do asteroide 2006 JF42 em relação a Terra (Imagem: Reprodução/CNEOS/JPL/NASA)
Atual posição do asteroide 2006 JF42 em relação a Terra (Imagem: Reprodução/CNEOS/JPL/NASA)

À medida que nossa capacidade tecnológica avança, é natural que consigamos detectar mais desses objetos próximos à Terra, por isso os relatos cada vez mais frequentes. O que é uma boa notícia para nós, já que aumenta nossas chances de sobrevivência caso algo realmente preocupante seja encontrado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos