Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,61 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,44 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,82
    -0,21 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.924,20
    -5,30 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    12.904,33
    +1.847,33 (+16,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    258,26
    +13,37 (+5,46%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,97 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.776,50
    -112,72 (-1,91%)
     
  • HANG SENG

    24.754,42
    +184,88 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    23.494,99
    -144,47 (-0,61%)
     
  • NASDAQ

    11.631,75
    -59,50 (-0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6510
    +0,0010 (+0,02%)
     

Mais de 3,7 mil candidatos fizeram autodoações maiores do que patrimônio registrado no TSE

·1 minuto de leitura
Vitória / ES / Brazil - April 9, 2019: electronic ballot boxes that will be used throughout the country in the municipal elections of 2020.
(Foto: Getty Images)

Mais de 3,7 mil candidatos fizeram doações para as próprias campanhas com valores maiores do que o patrimônio declarado o Tribunal Superior Eleitoral. O levantamento foi feito pelo portal G1.

Entre os 3.737 candidatos que fizeram autodoação maior que o declarado, 97% dizem não ter nenhum patrimônio, mas colocaram dinheiro na campanha. Segundo o G1, a diferença entre a autodoação e o patrimônio chegou até R$ 45 mil.

Apesar de as doações não serem ilegais, podem levantar indícios de irregularidade nas declarações de patrimônio dos candidatos.

Leia também

Um exemplo é o candidato a vereador em Salvador André Fraga (PV). Ele fez uma autodoação de R$ 45 mil, mas declaro não ter nenhum tipo de patrimônio. Em nota, ele afirmou que o dinheiro é fruto de planejamento.

“Faço todas as minhas declarações de renda regularmente, e o valor doado corresponde às minhas economias. Considerando que não possuo nenhum patrimônio, eu não poderia ter economizado ou doado recursos? Moro na casa de meus pais. Decidi ser candidato há algum tempo. Eu me planejei, economizei e doei”, explicou.

Mais sobre Eleições 2020:

Outro exemplo é de Luís Sobral (PSD), candidato a vereador em São Paulo. Ele fez uma autodoação de R$ 30 mil, mas declarou que tem patrimônio de R$ 6,7 mil. Em nota, ele afirmou que a doação provém da renda, “fruto da minha atividade regular como empresário e consultou”. Além disso, justifica que a declaração de bens foi feita no TSE em 31 de dezembro de 2019.