Mercado fechado

Mais da metade dos brasileiros tem medo de espionagem pela webcam

Pixabay

Uma pesquisa divulgada nesta semana pela Avast mostra que mais da metade dos brasileiros – 65% – tem medo da espionagem por webcams. O estudo mostra que muita gente – 37% – chega até a colocar uma fita adesiva ou algum tipo de cobertura nas câmeras, assim como Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, e James Come, ex-diretor do FBI. Os dois já afirmaram que adotam a medida para garantir sua segurança. Em outros países, como Estados Unidos e Canadá, a porcentagem de usuários com câmeras cobertas é de mais de 50%.

Perigo

Mesmo quando não está em uso, a webcam pode ser utilizada por hackers para espionagem, gravação e até transmissão das imagens capturadas. Muitas vezes o software é instalado e funciona sem que o usuário saiba, violando sua privacidade. E os smartphones também estão em risco: de acordo com especialistas, há apps e links maliciosos que podem comprometer o dispositivo e ‘bisbilhotar’ o usuário.

“Cobrir webcams é um bom começo, mesmo que muitas vezes seja inconveniente para as pessoas que frequentemente usam a câmera do computador”, explica Ondrej Vlcek, CTO da Avast.

Fique seguro

Para não se tornar vítima de espionagem, a dica é tomar cuidado com o que clica e baixa, além de alterar a senha padrão de dispositivos como a babá eletrônica, que contam com senhas padrão que podem ser facilmente descobertas, como “123456”.