Mercado fechará em 3 h 32 min
  • BOVESPA

    120.361,93
    +299,94 (+0,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.837,51
    -30,11 (-0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,48
    +0,13 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.780,10
    -13,00 (-0,73%)
     
  • BTC-USD

    55.006,20
    -1.090,51 (-1,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.290,90
    +47,84 (+3,85%)
     
  • S&P500

    4.175,33
    +1,91 (+0,05%)
     
  • DOW JONES

    34.102,51
    -34,80 (-0,10%)
     
  • FTSE

    6.938,24
    +42,95 (+0,62%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.905,50
    -13,75 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5961
    -0,1059 (-1,58%)
     

Mais barata, carne suína ganha espaço no supermercado do brasileiro

JOANA CUNHA
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Mais barata, a carne suína ganhou espaço na compra de supermercado do brasileiro no último semestre. Segundo monitoramento da Horus, empresa de inteligência de mercado que faz o levantamento com base em notas fiscais no varejo, em julho do ano passado, a cada cem compras de supermercado, uma tinha carne de porco. Neste ano, esse índice subiu para cerca de duas compras com carne suína a cada cem. Luiza Zacharias, diretora da Horus, atribui a mudança ao poder de compra. "Ambas as carnes subiram de preço, mas a bovina tem patamar mais alto. O filé mignon de suíno, por exemplo, fica entre R$ 20 e R$ 25 o quilo em média. Já o bovino vai para R$ 60 a R$ 70", afirma.